A AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: FUNDAMENTOS, INSTRUMENTOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

Autores

  • Ana Paula Faria
  • Lais Helena Besseler

DOI:

https://doi.org/10.14572/nuances.v25i3.3048

Palavras-chave:

Avaliação, Educação Infantil, Prática Pedagógica

Resumo

O presente artigo apresenta fundamentos, instrumentos e práticas acerca da avaliação pedagógica no âmbito da Educação Infantil, bem como o relato de experiências avaliativas vivenciadas pelas autoras, em seus estágios supervisionados, durante a graduação em Pedagogia, em duas escolas da rede municipal de Campinas. A pesquisa tem como referência metodológica a abordagem qualitativa de pesquisa e teve como principais referências teóricas Hoffmann (2000), Bondioli (2004) e Micarello (2010). Estes estudos nos permitem considerar que o processo avaliativo realizado em sala de aula deve ser entendido como elemento essencial do planejamento docente, por revelar as principais necessidades e avanços dos alunos, nas suas relações com o ensino e a aprendizagem. Esperamos, com este estudo, reafirmar a importância da avaliação na primeira infância na busca pelo sucesso da educação escolar na sociedade contemporânea.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v25i3.3048

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Faria

Auxiliar de Educação Infantil na Escola Salesiana São José, pedagoga na Organização Não - Governamental Casa da Madrinha. Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Puc-Campinas, no ano de 2013.

Lais Helena Besseler

Foi bolsista de Iniciação Científica, investigando a política do Programa Ler Escrever, do estado de São Paulo, pela linha de pesquisa Formação e Trabalho Docente, da Puc-Campinas, financiada pela Fapesp, no ano de 2012. Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Puc-Campinas, no ano de 2013.

Downloads

Publicado

22-12-2014

Como Citar

FARIA, A. P.; BESSELER, L. H. A AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: FUNDAMENTOS, INSTRUMENTOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 25, n. 3, p. 155–169, 2014. DOI: 10.14572/nuances.v25i3.3048. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/3048. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos - FLUXO CONTÍNUO