Das demandas formativas de docentes da educação básica ao compromisso da pesquisa com intervenção do mestrado profissional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32930/nuances.v33i00.9331

Palavras-chave:

Formação docente, mestrado profissional, pesquisa com intervenção.

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar se as atuais demandas formativas de docentes do Ensino Fundamental de municípios de Santa Catarina e do Paraná têm sido contempladas em pesquisas desenvolvidas no Mestrado Profissional em Educação Básica (PPGEB), em Caçador - SC. Com base na pesquisa comparativa e apoio nas pesquisas exploratória e bibliográfica e nas abordagens qualitativa e quantitativa, o estudo contou com a participação de 41 docentes atuantes nos anos iniciais do Ensino Fundamental de quatro escolas públicas dos municípios de Rio do Oeste e Porto União (Santa Catarina) e União da Vitória (Paraná). Os resultados revelam que as pesquisas com intervenção analisadas se aproximam de demandas formativas dos participantes ao promover a participação e estimular o interesse dos estudantes, o trabalho colaborativo e o desenvolvimento de estratégias de inclusão. No entanto, observou-se a necessidade de fortalecer nas formações atividades que ampliem o uso de tecnologias digitais na educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marlene Zwierewicz, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), Caçador – SC – Brasil

Professora Titular. Doutora em Psicologia (USFC). Doutora em Educação (UJA).

Lucineia Kotelak Junges, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), Caçador – SC – Brasil

Mestranda em Educação Básica.

Marilise Edinéia dos Anjos Berres Kampmann, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), Caçador – SC – Brasil

Mestranda em Educação Básica.

Juan Miguel González Velasco, Universidad Mayor de San Andrés (UMSA), La Paz – Bolívia

Doutor em Educação.

Referências

AGUIAR, C. R.; HOBOLD, M. S. Formação continuada dos professores dos anos iniciais do ensino fundamental e sua implicação para o trabalho docente. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 11, n. 18, p. 219-235, jan./abr. 2015. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/809/685. Acesso em: 5 jun. 2021.

ALMEIDA, A. L. R. Influência do Programa de Formação-Ação em Escolas Criativas na transformação das práticas pedagógicas em uma escola do campo. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação Básica) – Universidade Alto Vale do Rio do Peixe, Caçador, 2018. Disponível em: https://acervo.uniarp.edu.br/?dissertacao=influencia-do-programa-de-formacao-acao-em-escolas-criativas-na-transformacao-das-praticas-pedagogicas-em-uma-escola-do-campo. Acesso em: 06 maio 2021.

AMBROSIM, I. Formação continuada docente em rede de colaboração: Desafios e possibilidades para a educação infantil. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2019. Disponível em: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2713. Acesso em: 23 mar. 2020.

BEHRENS, M. O paradigma da complexidade na formação e no desenvolvimento profissional de professores universitários. Educação, Porto Alegre, v. 30, n. 63, set./dez. 2007. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=84806303. Acesso em: 5 mar. 2020.

CANDAU, V. M. Formação continuada de professores: Tendências atuais. In: CANDAU, V. M. (org.). Magistério: Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

DAL’BÓ, R. Formação docente tecida colaborativamente para cocriação de práticas pedagógicas inclusivas. 2021. Dissertação (Mestrado em Educação Básica) – Universidade Alto Vale do Rio do Peixe, Caçador, 2021.

GARCIA, M. M. A.; HYPOLITO, A. M.; VIEIRA, J. S. As identidades docentes como fabricação da docência. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 1, p. 45-56, jan./mar. 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/h98PzLy4947pWTcYgFpNL7P/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 16 out. 2020.

GATTI, B. A. A formação inicial de professores para a educação básica: As licenciaturas. Revista USP, São Paulo, n. 100, p. 33-46, 2014. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/76164. Acesso em: 18 dez. 2020.

GATTI, B. A. et al. Professores do Brasil: Novos cenários de formação. Brasília, DF: UNESCO, 2019.

GATTI, B. A. Formação de professores, complexidade e trabalho docente. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 17, n. 53, p. 721-737, 2017. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/viewFile/8429/17739. Acesso em: 16 nov. 2020.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

HORN, M. Programa de Formação-Ação em Escolas Criativas com práticas pedagógicas transdisciplinares e ecoformadoras na Educação Básica de União da Vitória/PR. 2021. Dissertação (Mestrado em Educação Básica) – Universidade Alto Vale do Rio do Peixe, Caçador, 2021. Disponível em: https://acervo.uniarp.edu.br/?dissertacao=implicacoes-do-programa-de-formacao-acao-em-escolas-criativas-na-pratica-pedagogica-de-docentes-da-educacao-basica-de-uniao-da-vitoria. Acesso em: 10 mar. 2021.

IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

IZA, D. F. V. et al. (org.). A identidade docente: As várias faces da constituição do ser professor. Revista eletrônica de educação, v. 8, n. 2, p. 273-292, 2014. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/978/339. Acesso em: 20 fev. 2021.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARTINS, M. L. Docência em educação infantil: Concepções e significados. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Goiás, Jataí, 2019. Disponível em: http://bdtd.ufj.edu.br:8080/handle/tede/10110. Acesso em: 16 maio 2020.

NÓVOA, A. Professor se forma na escola. Nova Escola, n. 142, p. 1-7, maio 2001. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/350449964/PROFESSOR-Se-Forma-Na-Escola-Antonio-Novoa. Acesso em: 03 abr. 2021.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 166, p. 1106-1133, out./dez. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v47n166/1980-5314-cp-47-166-1106.pdf. Acesso em: 8 maio 2021.

NÓVOA, A. Os professores e a sua formação num tempo de metamorfose da escola. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 44, n. 3, e84910, p. 1-15, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edreal/v44n3/2175-6236-edreal-44-03-e84910.pdf. Acesso em: 14 abr. 2021.

NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, A. (coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 13-33. Disponível em: https://repositorio.ul.pt/handle/10451/4758. Acesso em: 14 abr. 2021.

OLIVER, C. Estrategias didácticas y organizativas ante la diversidad. Barcelona: Octaedro, 2003.

PEREIRA, A. S. et al. Metodologia da pesquisa científica. Santa Maria: UFSM, 2018.

SALTO, M. P.; CARNEIRO, R. U. C. Formação continuada e a realidade escolar: Concepções docentes sobre o ensino científico inclusivo. Nuances Est. Sobre Educ., Presidente Prudente, v. 32, e021004, jan./dez. 2021. p. 1-20. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/9117. Acesso em: 20 jan. 2021.

SANSOLOTTI, S. O.; COELHO, M. N. O conceito de formação continuada e a sua concepção de acordo com Imbernón, Nóvoa e Libâneo. Avanços & Olhares, Barra do Garças, n. 3, p. 205-219, ago. 2019. Disponível em: https://revista.institutoiesa.com/2019/09/20/terceira-edicao-agosto-2019/. Acesso em: 1 jun. 2021.

YIN, R. K. O Estudo de caso. Porto Alegre: Bookman, 2015.

ZIELINSKI, H. Indicadores de práticas transdisciplinares de leitura, produção e interpretação textual detectados no Programa de Formação-Ação em Escolas Criativas. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação Básica) – Universidade Alto Vale do Rio do Peixe, Caçador, 2019. Disponível em: https://educapes.capes.gov.br/bitstream/capes/599607/2/6%20PE%20-%20HELENA%20CASTILHO%20ZIELINSKI.pdf. Acesso em: 18 maio 2021.

ZWIEREWICZ, M. Seminário de Pesquisa e Intervenção I. Florianópolis: IFSC, 2014.

Publicado

31-03-2022

Como Citar

ZWIEREWICZ, M.; JUNGES, L. K.; KAMPMANN, M. E. dos A. B.; GONZÁLEZ VELASCO, J. M. Das demandas formativas de docentes da educação básica ao compromisso da pesquisa com intervenção do mestrado profissional. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 33, n. 00, p. e022002, 2022. DOI: 10.32930/nuances.v33i00.9331. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/9331. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos Publicação Contínua