Ellen G. White e as ações afirmativas como reparação à escravidão

Bases para se pensar as cotas e os desafios da justiça social em ambientes educacionais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32930/nuances.v35i00.10465

Palavras-chave:

Educação, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Racismo, Teologia Pública, Escravidão

Resumo

O presente trabalho se propõe a ser um exercício interdisciplinar entre Educação, Direito e Teologia, usando como parâmetro para reflexão das medidas afirmativas no Brasil os escritos da norte-americana Ellen G. White (1827-1915). Em sua obra, dentro outras tantas temáticas religiosas e sociais, o acesso à educação é relatado como um fator de desenvolvimento indispensável para corrigir injustiças provocadas pela escravização e ainda hoje sofridas pelos descendentes. De natureza documental, a pesquisa identificará pontos de similaridade entre os conceitos explorados por White em seu contexto e as medidas afirmativas tal como são compreendidas atualmente por parte da academia brasileira, especialmente representada pela Escola Paulista de discussões raciais. Obtém-se como resultado uma tentativa de trazer a discussão sobre justiça social para um ambiente que considere a religião como parte de suas bases discursivas e analíticas, possibilitando se pensar as cotas no contexto educacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Follis, Centro Universitário Adventista de São Paulo

Professor do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia e do Mestrado Profissional em Educação.

Davi Boechat Paiva de Azeredo Coutinho, Centro Universitário Adventista de São Paulo

Editor da UNASPRESS.

Fábio Augusto Darius, Centro Universitário Adventista de São Paulo

Professor do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia.

Referências

ALEXANDER, M. The New Jim Crow: Mass Incarceration in the Age of Colorblindness. Nova York: The New Press, 2010.

ANDREWS, J. N. Thoughts on Revelation XIII and XIV. Review and Herald, [S. l.], p. 81-8619, maio 1851. Disponível em: https://m.egwwritings.org/en/book/1659.1573#1580. Acesso em: 16 jun. 2021.

ARAÚJO, V. A Religião Distrai os Pobres?: o voto econômico de joelhos para a moral e os bons costumes. São Paulo: Edições 70, 2022.

BAKER, D. W. Relações étnicas. In: FORTIN, D.; MOON, J. (ed.). Enciclopédia Ellen G. White. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2018. p. 693-642.

BELL, D. Faces at the Bottom of the Well: the Permanence of Racism. Nova York: Basic Books, 1992.

BURTON, K. A. Jesus, Ellen G. White, and Social Justice: Towards an Understanding of the “Testimony of Jesus”. In: THOMPSON, J. A. (ed.). Social Justice: the enduring legacy of Ellen G. White. Nampa: Pacific Press Publishing Association, 2017. p. 68-80.

DARIUS, F. A. De corpo, alma e espírito: apontamentos históricos e teológicos acerca do tema santificação na obra holística de Ellen G. White. Curitiba: CRV, 2021.

DU BOIS, W. E. B. Black Reconstruction in America. Nova York: Harcourt, Brace and Company, 1935.

FERNANDES, F. O Negro no Mundo dos Brancos. São Paulo: Global Editora, 2007.

FONSECA, D. J. Políticas públicas e ações afirmativas. São Paulo: Selo Negro Edições, 2009.

FONSECA, L. A. A escravidão, o clero e o abolicionismo. [S. l.]: Imprensa Econômica, 1887.

FORTIN, D.; MOON, J. Enciclopédia Ellen G. White. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2018.

GOMES, N. Escravidão: Ibsen Noronha mostra coragem ao discutir os 300 anos mais vergonhosos do Brasil. Jornal Opção, [S. l.], 14 maio 2023. Disponível em: https://www.jornalopcao.com.br/opcao-cultural/escravidao-ibsen-noronha-mostra-coragem-ao-discutir-os-300-anos-mais-vergonhosos-do-brasil-490496/. Acesso em: 18 fev. 2024.

GOMES, W. Escravatura. In: HENRY, C. (ed.). Dicionário de ética cristã. São Paulo: Cultura Cristã, 2007. p. 218-221.

GUARDA, M. D. Revista Decisão. Raça Humana, maio 1988.

GUIMARÃES, A. S. A. Racismo e antirracismo no Brasil. São Paulo: Editora 34, 2009.

HYMAN, R. L. Ellen G. White’s “Our Duty to the Colored People”: A Saturated Text Bleeding a Healing Poetic. In: THOMPSON, J. A. (ed.). Social Justice: the enduring legacy of Ellen G. White. Nampa: Pacific Press Publishing Association, 2017. p. 61-67.

JESUS, J. E. A resistência negra ao projeto de exclusão social. In: SANTOS, H. dos (ed.). A resistência negra ao projeto de exclusão racial. São Paulo: Jandaíra, 2022. p. 227-297.

KNIGHT, G. Adventismo: origem e impacto do movimento Milerita. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2015.

KNIGHT, G. Educating for Eternity: A Seventh-day Adventist Philosophy of Education. EUA: Andrews University Press, 2017.

LE GOFF, J. História e Memória. São Paulo: Ed. Unicamp, 1996.

LOUGHBOROUGH, J. N. The Two-Horned Beast. Review and Herald, [S. l.], 21 Mar. 1854, p. 65-68. Disponível em: https://m.egwwritings.org/en/book/1643.2310. Acesso em: 20 fev. 2024.

MAGNOLI, D. Uma gota de sangue: história do pensamento racial. São Paulo: Contexto, 2009.

MALATIAN, T. O Cavaleiro Negro: Arlindo Veiga dos Santos e a Frente Negra Brasileira. São Paulo: Alameda, 2015.

MALHEIROS, I.; BOECHAT, D. Pela Estrada da Liberdade: a religião na história abolicionista e antirracista. Campinas: Saber Criativo, 2021.

MARTINS, M. C. C. Razão e consciência cristã na contemporaneidade: por uma cosmovisão antirracista. In: MONTEBELER, C. (ed.). Negro Crente: história, legado e racismo na igreja evangélica brasileira. Itapira: UpBooks, 2021. p. 49-59.

NABUCO, J. Abolicionismo. Brasília: Edições Câmara, 2019.

OLIVEIRA, M. D. A religião mais negra do Brasil: por que os negros fazem opção pelo penecostalismo? Viçosa: Ultimato, 2015.

O'REGGIO, T. Escravidão. In: FORTIN, D.; MOON, J. (ed.). Enciclopédia Ellen G. White. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, 2018. p. 871-874.

PRIORE, M. À procura deles: quem são os negros e mestiços que ultrapassaram a barreira do preconceito e marcaram a história do Brasil da Colônia à República. São Paulo: Benvirá, 2021.

RAJAGOPALAN, K. A última cartada das forças retrógradas em matéria de justiça social: o caso Demétrio Magnoli e seus argumentos contra as quotas. Signótica, Goiânia, v. 24, n. 2, p. 259–286, 2012. DOI: 10.5216/sig.v24i2.17333. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/17333. Acesso em: 15 maio. 2024.

ROCHA, A. P. Abolicionistas brasileiros e ingleses: a coligação entre Joaquim Nabuco e a British and Foreign Anti-Slavery Society. São Paulo: Editora Unesp, 2009.

SANTOS, H. Um novo acordo para a equidade racial no Brasil. In: SANTOS, H. (ed.). A resistência negra ao projeto de exclusão racial: Brasil 200 anos (1822-2022). São Paulo: Jandaíra, 2022. p. 408-425.

SCHWARZ, R. W.; GREENLEAF, F. Portadores de Luz: história da Igreja Adventista do Sétimo Dia: Unaspress, 2022.

SMITH, U. The Warning Voice of Time and Prophecy. Review and Herald, [S. l.], p. 18, 23 jun. 1853. Disponível em: https://m.egwwritings.org/en/book/1644.538#544. Acesso em 16 jun. 2021.

VAZ, L. S. Cotas raciais. São Paulo: Jandaíra, 2022.

WARREN, M. A. Escola Industrial Oakwood. In: FORTIN, D.; MOON, J. (ed.). Enciclopédia Ellen G. White. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2018. p. 867-868.

WHITE, E. G. Review and Herald. 28 jan. 1896. Disponível em https://m.egwwritings.org/en/book/821.14728. Acessado em 15 de maio de 2024.

WHITE, E. G. Lt 99. 10 jun. 1899. Disponível em: https://m.egwwritings.org/en/book/6544.1#20. Acesso em: 20 fev. 2024.

WHITE, E. G. Education. Mountain View: Pacific Press Publishing Association, 1952.

WHITE, E. G. Lt 196. 12 jun. 1907. Disponível em: https://text.egwwritings.org/read/14072.8510001. Acesso em: 20 fev. 2024.

WHITE, E. G. Testemunhos para a Igreja, v. 9. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2021.

Publicado

12-06-2024

Como Citar

FOLLIS, R.; COUTINHO, D. B. P. de A.; DARIUS, F. A. Ellen G. White e as ações afirmativas como reparação à escravidão: Bases para se pensar as cotas e os desafios da justiça social em ambientes educacionais. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 35, n. 00, p. e024004, 2024. DOI: 10.32930/nuances.v35i00.10465. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/10465. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Publicação Contínua