O DIÁRIO DE TURMA COMO INSTRUMENTO CURRICULAR PARA A CONSTRUÇÃO SOCIAL DA MORALIDADE: OS JUÍZOS SOCIAIS DE CRIANÇAS E ADULTOS SOBRE INCIDENTES NEGATIVOS DA VIDA EM GRUPO

Autores

  • Fátima Vieira

DOI:

https://doi.org/10.14572/nuances.v14i15.156

Palavras-chave:

Domínio moral, Domínio Convencional, Modelo Curricular da Escola Moderna, Diário de Turma.

Resumo

Este artigo apresenta um estudo exploratório em torno de juízos sociais de crianças e adultos sobre incidentes da vida social, em quatro salas portuguesas de educação pré-escolar que implementam o Modelo Curricular da Escola Moderna. Durante o ano escolar estes juízos sociais são registrados no Diário de Turma. O estudo é apoiado na perspectiva de Turiel sobre o desenvolvimento social. Esta abordagem permite analisar o desenvolvimento social dentro de dois domínios: o domínio moral e o domínio convencional. A análise de dados mostra que as crianças são mais sensíveis a problemas de natureza interpessoal/moral, do que, a eventos sócio-convencionais; os adultos valorizam mais estes últimos. Muitos dos incidentes críticos que são alvo de juízos negativos combinam questões morais e convencionais. O estudo salienta a importância do Diário de Turma como instrumento pedagógico que regula o clima social da classe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-03-2010

Como Citar

VIEIRA, F. O DIÁRIO DE TURMA COMO INSTRUMENTO CURRICULAR PARA A CONSTRUÇÃO SOCIAL DA MORALIDADE: OS JUÍZOS SOCIAIS DE CRIANÇAS E ADULTOS SOBRE INCIDENTES NEGATIVOS DA VIDA EM GRUPO. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 14, n. 15, 2010. DOI: 10.14572/nuances.v14i15.156. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/156. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Dossiê