Sobre a Revista

Nuances: estudos sobre Educação

ISSN: 2236-0441

'Nuances: Estudos sobre Educação' é uma revista online de fluxo contínuo e de acesso aberto e gratuito,que visa publicar trabalhos teórico-científicos inéditos e originais desenvolvidos na área de Educação e suas interfaces com a formação docente e o trabalho docente realizado nos vários níveis de ensino. 

A revista Nuances: estudos sobre Educação foi criada pelo Departamento de Educação em 1995 (formato impresso) e, atualmente, é mantida pelo Departamento de Educação com apoio da Direção da FCT e da PROPE (Pró-reitoria de Pesquisa - UNESP/SP). A revista Nuances é veiculada em formato online desde 2010, de acesso aberto e gratuito, com recebimento em fluxo contínuo e na modalidade de ‘publicação contínua’.

A revista 'Nuances: estudos sobre Educação' visa publicar textos originais e inéditos resultantes de estudos teórico-filosóficos referentes aos trabalhos de pesquisas acadêmicas/científicas; traduções de obras/livros; resenhas de obras/livros; reflexões críticas sobre experiências/práticas pedagógicas em espaços escolares; documentos de interesse da área de Educação (e áreas afins); dossiês temáticos.  

Avaliação Qualis/CAPES (2019): A4

Anúncios

Instabilidade Sistema Revista

2022-06-28

Informamos que o site da Revista ''Nuances: estudos sobre Educação'' está em processo de atualização. Pedimos a vossa compreensão se porventura não for possível submeter novos trabalhos nas próximas semanas.

A atualização do sistema é necessária visando a melhoria no processo de submissão, avaliação e publicação dos trabalhos.

Atenciosamente.

Equipe de Suporte Técnico.

Saiba mais sobre Instabilidade Sistema Revista

Edição Atual

(2021) v. 32, jan./dez., Publicação Contínua
					Visualizar (2021) v. 32, jan./dez., Publicação Contínua
Publicado: 2021-12-21

Artigos Publicação Contínua

Ver Todas as Edições

Histórico

Nuances! Eis a revista do Curso de Pedagogia da FCT/UNESP de Presidente Prudente, resultado do esforço conjugado da Coordenação do referido curso e do Departamento de Educação.

 

A epígrafe acima faz parte do editorial de lançamento da revista em 1995. Tratava-se da concretização de um projeto acalentado por um grupo constituído por jovens professores iniciantes no ambiente acadêmico e professores já no pleno exercício de suas atividades.

A decisão de nomear a revista como Nuances teve como propósito indicar a intenção de criar um veículo dirigido, mas com pluralidade de idéias e aberto às novidades.

Os primeiros números foram produzidos de forma artesanal contando com a colaboração de vários professores da FCT/Unesp e de outras instituições, além de alunos dos cursos de graduação e funcionários vinculados ao Departamento de Educação. Nos primórdios da revista, esta era a única possibilidade de edição, pois além da falta de recursos, faltava a esse grupo experiência editorial.

Com o passar do tempo, a revista Nuances foi se profissionalizando, lançando novas edições que abordavam temas candentes da educação brasileira, abrindo oportunidades para professores e alunos desta e de outras instituições de ensino superior divulgarem suas pesquisas.

A partir de seu oitavo número, em formato impresso, a revista Nuances mudou seu formato e sua linha editorial abrindo mais espaços para publicação de agentes externos perdendo seu caráter endógeno. Além disso, a Comissão Editorial indicou como alternativa editorial a organização de dossiês sem prejuízo de artigos de fluxo contínuo, o que melhorou a qualificação da revista.

No ano de 2011 a revista Nuances lançou a sua plataforma online, em formato de acesso livre e gratuíto, com publicação quadrimestral (que manteve até 2019 quadrimestralmente), contando com seção de 'fluxo contínuo' (dissertações e teses; práticas pedagógicas; relatos de experiências; resenhas; produções internacionais) e dossiês temáticos encomendados (sem prejuízo dos textos de fluxo contínuo).

No ano de 2020 a revista Nuances implantou o formato de 'publicação contínua' visando maior fluídez entre o processo de submissão, de avaliação de pareceristas externos, de avaliação final do Comitê Gestor e publicação dos textos aprovados.

Infelizmente, em detrimento da situação de saúde pública enfrentada mundialmente - pandemia  covid-19 - em 2020 ficou, em parte, houve atraso no processo de 'avaliação' e 'publicação contínua' por não retorno de avaliadores externos dentro dos prazos indicados pelos Editores de seções, bem como pela falta de suporte técnico à Nuances (impactado pelo corte de verbas sofrido pelas Universidades públicas, não houve a renovação de bolsa da equipe técnica - estagiários). No mês de Junho/2020 foi possível regularizar o processo de avaliação externa e encaminhar os artigos aprovados para o Comitê Gestor, um avanço importante que contou com o apoio fundamental de membros do Comitê Gestor da Nuances

Fontes de indexação

  • BASE/Bielefeld University - Alemanha (link)
  • EZB/UR - Alemanha (link)
  • LivRe!/CNEN - Rio de Janeiro (link)
  • REDIB - Espanha (link)
  • DOAJ - Suécia (link)
  • Latindex/UNAM - México (link)
  • CIBEC/INEP - Brasília (link)
  • CLASE/UNAM - México (link)
  • DRJI - Índia(link)
  • Diadorim/IBICT - Brasília  (link)
  • EDUBASE/Unicamp - Campinas (link)
  • IRESIE/UNAM - México (link)
  • Portal de Periódicos/CAPES - Brasília (link)

 

 

 

Sponsors

Universidade Estadual Paulista, UNESP, campus de Presidente Prudente/SP - Departamento de Educação e Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia.

Fontes de Apoio

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO - FCT/UNESP - Presidente Prudente/SP

Faculdade de Ciências e Tecnologia - FCT/UNESP

PROPE - Pró-reitoria de Pesquisa - UNESP/SP