Novas práticas de consumo em espaços residenciais fechados de Presidente Prudente/SP: mudanças e permanências na produção do espaço urbano

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35416/geoatos.2022.8930

Resumo

Os espaços residenciais fechados da porção Noroeste de Presidente Prudente e, mais especificamente, as práticas dos seus moradores, são investigadas, a partir da recente introdução de atividades comerciais no seu interior. Tomamos como referência a pesquisa anterior sobre a expansão dos Espaços Residenciais Fechados em três cidades médias paulistas, Presidente Prudente, Marília e São Carlos, que resultou no livro “Espaços Fechados e Cidades: insegurança urbana e fragmentação socioespacial” (SPOSITO; GÓES, 2013), com vistas à atualização de alguns de seus resultados, levando em conta as mudanças internas identificadas e suas implicações, em relação aos processos de produção do espaço que estão em curso, com especial atenção aos impactos sobre os espaços públicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sofia Anchieta Messias, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências e Tecnologia. UNESP - FCT.

Estudante do quarto ano do curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Ciências e Tecnologia, UNESP - FCT.

Eda Maria Góes, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Graduada (1986), mestre (1991) e doutora (1998) em História pela Universidade Estadual Paulista, campus de Assis. Atualmente é professora assistente doutora da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Universidade Estadual Paulista, campus de Presidente Prudente, atuando nos cursos de graduação em Geografia e Arquitetura e Urbanismo e no Programa de Pós-Graduação em Geografia. Tem experiência nas áreas de História da Cidade e Geografia Urbana. É membro do GAsPERR – Grupo de Pesquisa Produção do Espaço e Redefinições Regionais, e pesquisadora principal do Projeto Temático "Fragmentação socioespacial e urbanização brasileira: escalas, vetores, ritmos, formas e conteúdos - FragUrb" (Fapesp: 2018 - 2023).

Referências

BARATA-SALGUEIRO, T. Do centro às centralidades múltiplas. A nova vida do velho centro nas cidades portuguesas e brasileiras. In: FERNANDES, J.A.V.R.; SPOSITO, M.E.B. (Orgs.). A nova vida do velho centro nas cidades portuguesas e brasileiras. Lisboa: CEGOT, 2013, p. 13-29.

CALDEIRA, Teresa Pires. Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo. Editora 34, 2000.

DIMENSTEIN, Marcela; SCOCUGLIA, Jovanka Baracuhy Cavalcanti. Em busca de novos caminhos metodológicos: percepção e experiência nos espaços públicos urbanos contemporâneos por idosos da cidade de João Pessoa. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais (RBEUR), v. 19, n. 3, p. 417-439, 2017.

GEHL, Jan. Cidades para Pessoas. SP: Perspectiva, 2013.

GÓES, Eda. Shopping Center: consumo, simulação e controle social. Centro de Estudos Geográficos. Finisterra, LI, 102, 2016, pp. 65-80.

PINTAUDI, Silvana Maria. Os Shopping-Centers brasileiros e o processo de valorização do espaço urbano. Boletim Paulista de Geografia, n. 65, p. 29-48, 2017.

SALGUEIRO, Teresa Barata; CACHINHO, Herculano. As relações cidade-comercio. Dinâmicas de evolução e modelos interpretativos. Cidade e comércio: a rua comercial na perspectiva internacional. Rio de Janeiro: Armazém das Letras, 2009, p. 9-40.

SENNETT, Richard. O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. SP: Editora Record, 2014.

SPOSITO, Maria Encarnação; GÓES, Eda Maria. Espaços fechados e cidades. Insegurança urbana e fragmentação socioespacial. SP: Editora Unesp, 2013.

VARGAS, Heliana Comin. Comércio e cidade: uma relação de origem. Publicado no Portal do Estado de São Paulo. São Paulo, p. 1-5, 2000.

VARGAS, Heliana Comin. Comércio e serviços varejistas nos estudos urbanos e a complexidade na produção do conhecimento. São Paulo: FAUUSP-LABCOM, 2008.

VARGAS, Heliana Comin. Comércio, espaço público e cidadania. I Encontro da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade, 2002.

VARGAS, Heliana Comin. Espaço terciário: o lugar, a arquitetura e a imagem do comércio. São Paulo: Editora SENAC, 2001.

VILLAÇA, Flávio. Espaço intra-urbano no Brasil. SP: Studio Nobel/Fapesp/Lincoln Institute, 2a. Ed., 2007.

WHITACKER, Arthur. Centro da cidade, centralidade intraurbana e cidades médias. In: MAIA, Doralice Sátyro; RIBEIRO, William; WHITACKER, Arthur (Org.). Centro e centralidade em cidades médias. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2017. p. 149-178.

Downloads

Publicado

2022-05-02

Como Citar

Messias, S. A., & Góes, E. M. (2022). Novas práticas de consumo em espaços residenciais fechados de Presidente Prudente/SP: mudanças e permanências na produção do espaço urbano. Geografia Em Atos (Online), 6, 1–24. https://doi.org/10.35416/geoatos.2022.8930

Edição

Seção

Artigos