CONTEXTOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Valdete Côco Universidade Federal do Espírito Santo
  • Maria Nilceia de Andrade Vieira Universidade Federal do Espírito santo - UFES

DOI:

https://doi.org/10.14572/nuances.v25i3.3087

Palavras-chave:

Avaliação, Educação Infantil, Formação docente

Resumo

Este artigo apresenta dados de uma pesquisa que aborda práticas de avaliação na Educação Infantil (EI) no estado do Espírito Santo (ES), Brasil. A partir de diferentes dimensões avaliativas vivenciadas em instituições de EI nos 78 municípios, realiza-se uma interlocução com a legislação brasileira e as produções acadêmicas desse campo. Com ancoragem em referenciais teórico-metodológicos bakhtinianos, considera-se o movimento dialógico dos diversos enunciados na composição das práticas de avaliação na EI. A análise comparativa dos dados focaliza a avaliação das crianças, a avaliação institucional e a avaliação de desempenho profissional, apontando para a necessidade de momentos formativos que abordem a complementaridade entre essas modalidades avaliativas, e destacando que a avaliação das crianças, a partir das práticas pedagógicas, deve se basear num protagonismo compartilhado entre crianças e docentes no cotidiano das instituições de EI.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v25i3.3087

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdete Côco, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense. Professora vinculada ao Departamento de Linguagens, Cultura e Educação e ao Programa de Pós-Graduação em Educação, do Centro de Educação, da Universidade Federal do Espírito Santo – DLCE/PPGE/CE/UFES. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Formação e Atuação de Educadores – GRUFAE. Tutora do Grupo PET Conexões: Projeto Educação – PET EDU/UFES

Maria Nilceia de Andrade Vieira, Universidade Federal do Espírito santo - UFES

Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação, do Centro de Educação, da Universidade Federal do Espírito Santo – PPGE/CE/UFES. Integrante do Grupo de Pesquisa Formação e Atuação de Educadores – GRUFAE. Pedagoga na Prefeitura Municipal de Vitória, ES. Professora da Faculdade Estácio de Sá de Vila Velha, ES. 

Downloads

Publicado

22-12-2014

Como Citar

CÔCO, V.; VIEIRA, M. N. de A. CONTEXTOS E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 25, n. 3, p. 36–55, 2014. DOI: 10.14572/nuances.v25i3.3087. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/3087. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Dossiê