TENDÊNCIAS DOS ESTUDOS SOBRE QUESTÃO AGRÁRIA A PARTIR DAS PUBLICAÇÕES DA REVISTA NERA

Autores

  • Camila Ferracini Origuéla
  • Estevan Leopoldo de Freitas Coca
  • Lorena Izá Pereira Universidade Estadual Paulista, UNESP, Presidente Prudente, São Paulo, Brasil
  • Bernardo Mançano Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.47946/rnera.v0i50.6817

Palavras-chave:

Questão agrária, revista NERA, debate paradigmático.

Resumo

A Revista NERA surgiu em 1998 no contexto de criação do Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos de Reforma Agrária (NERA), vinculado ao Departamento de Geografia da Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus de Presidente Prudente, e do Banco de Dados da Luta pela Terra (DATALUTA), projeto de pesquisa e extensão que sistematiza dados sobre a questão agrária brasileira. Passados vinte e um anos, a Revista NERA publica em 2019 a sua quinquagésima edição. Para comemorar tal feito, o artigo tem como objetivo analisar as tendências dos estudos sobre a questão agrária a partir dos artigos publicados pela revista. Para isso, um banco de dados com as informações desses artigos foi organizado. Pode-se afirmar que a tendência que estuda a (re)criação, resistência e autonomia do campesinato é a que mais se destaca nos artigos publicados pela Revista. Dentre as temáticas, destacam-se os estudos sobre o avanço do agronegócio no campo, assim como as lutas camponesas por terra, água, reforma agrária, agroecologia e políticas públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-08-31

Como Citar

Origuéla, C. F., Coca, E. L. de F., Izá Pereira, L., & Mançano Fernandes, B. (2019). TENDÊNCIAS DOS ESTUDOS SOBRE QUESTÃO AGRÁRIA A PARTIR DAS PUBLICAÇÕES DA REVISTA NERA. REVISTA NERA, (50), 08–20. https://doi.org/10.47946/rnera.v0i50.6817

Edição

Seção

APRESENTAÇÃO