Sobre a Revista

A Revista NERA, criada em 1998, é uma publicação do Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos de Reforma Agrária (NERA), vinculado ao Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus de Presidente Prudente. É um periódico de publicação continuada, gratuito, on-line, com linha editorial voltada aos temas relacionados à questão agrária, como luta pela terra, reforma agrária, movimentos socioterritoriais, campesinato, agronegócio, agricultura, políticas públicas, educação do campo, agrocombustiveis, campo e cidade, gênero, trabalho e agroecologia. A Revista publica artigos, notas, traduções, resenhas e entrevistas em português, espanhol, francês e inglês. O corpo editorial possui pareceristas do Brasil, América Latina, América do Norte, Europa e África.

Periodicidade

A Revista NERA possui fluxo contínuo para submissão de manuscritos e adota a política de publicação continuada, o que significa que os manuscritos aprovados são imediatamente publicados. A organização dos manuscritos é realizada por números quadrimestrais. 

Missão

A missão da Revista NERA é contribuir para a difusão de reflexões sobre questões atuais relacionadas à Geografia, tais como: questão agrária, como luta pela terra, reforma agrária, movimentos socioterritoriais, campesinato, agronegócio, agricultura, políticas públicas, educação do campo, agrocombustiveis, campo e cidade, gênero, trabalho e agroecologia.

Avaliação

Os manuscritos submetidos à Revista NERA, antes de serem encaminhados para a avaliação científica, passam por uma verificação inicial. Os manuscritos são automaticamente arquivados quando: i) não estão adequados ao escopo da Revista NERA; ii) não estão formatados de acordo com as diretrizes para autores(as); iii) não estão em consonância com as políticas editoriais da Revista NERA (incluindo ausência de declaração de contribuição individual e plágio); iv) não apresentam objetivos e procedimentos metodológicos; v) não são resultados de pesquisas.

A partir de novembro de 2022 a Revista NERA passou a adotar o modelo de avaliação peer review informado, no qual os manuscritos serão publicados com a identificação do(a) editor(a) responsável (associado) pelo processo de editoriação do artigo. Todos os mauscritos recebidos são encaminhados a dois membros do conselho científico para a avaliação. Os(as) avaliadores(as) não tem acesso a identidade dos(as) autores(as) e vice-versa. Em caso de decisões editoriais discrepantes, o manuscrito é encaminhado para uma terceira avaliação.

Ciência aberta, Preprints e Depósito de dados

A Revista NERA corrobora e pratica princípios de Ciência Aberta, com o objetivo de possibilitar maior transparência e confiabilidade aos manuscritos publicados. Os(as) autores(as) são convidados(as) a depositarem previamente os artigos submetidos para avaliação em servidores de preprints confiáveis. Neste caso, os(as) autores(a) deverão entrar em contato com os(as) editores(as) da Revista NERA antes da submissão do manuscrito para maiores informações sobre o processo e assinatura do Formulário de Conformidade com a Ciência Aberta, disponível aqui.

A Revista NERA estimula que os(as) autores(as) encaminhem, quando possível, os bancos de dados e demais materiais para serem divulgados, servindo de subsídios para demais pesquisas. Todos os quadros, as tabelas, as imagens, mapas e demais elementos gráficos devem ser submetidos como documentos suplementares.

Responsabilidade

As ideias e conceitos divulgados nos artigos são de inteira responsabilidade dos(as) autores(as). 

Conflitos de interesses

O conflito de interesses pode ser de natureza pessoal, comercial, política, acadêmica ou financeira. Conflitos de interesses podem ocorrer entre autores, revisores ou editores. Os(as) autores(as) devem divulgar todo e qualquer conflito de interesse que tenha surgido durante o desenvolvimento da submissão. O conselho científico recebe a orientação divulgar todo e qualquer conflito de interesse antes de aceitar a tarefa de avaliação científica.

Política de acesso aberto

A Revista NERA oferece gratuitamente todo o seu conteúdo publicado para ser navegado, baixado e distribuído. 

Declaração de Direito Autoral

Os artigos publicados na Revista NERA devem seguir, obrigatoriamente, o Conselho Tecnológico em ética e na prática científica do Desenvolvimento Científico Nacional (CNPQ), disponível (http://meífico.cnpq.br/normas) /lei_po_085_11.htm). Em caso de infração às normas referidas por qualquer texto, o artigo será formalmente publicado de publicação, conforme a prática da comunidade científica internacional. A submissão de qualquer texto A Revista NERA implica na proposta plena desta procedimento. As ideias e conceitos divulgados nos artigos são de inteira responsabilidade dos autores.  A licença utilizada pela Revista NERA é Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional (CCBY 4.0), que permite seus usuários copiar, redistribuir, remixar, transforma e constuir sobre o material para qualquer finalidade, mesmo comercialmente.

Ética, negligência e boas práticas de pesquisa

A Revista NERA desenvolve seu trabalho em conformidade com os princípios éticos do Committee on Publication Ethics (COPE), do Code of Ethics American Educational Research Association, do Código de Boas Práticas Científicas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e do Council of Science Editors (CSE) em relação a publicação.

Para promoção da integridade das pesquisas, o fortalecimento e a transparência no processo, todo o material submetido e publicado na Revista NERA deve estar de acordo com o Guia de Boas Práticas para o Fortalecimento da Ética na Publicação Cientifica e com o Formulário de Conformidade com a Ciência Aberta

A Revista NERA adota como definição de má-conduta aquela apontada pelo Office Research Integrity (ORI), que consiste em: i) Plágio: consiste na apropriação de ideias, processos, resultados ou palavras de outra pessoa sem dar crédito apropriado. O autoplágio também deve ser evitado; ii) Falsificação: manipular materiais, equipamentos ou processos de pesquisa, omitir dados ou resultados, de modo que a pesquisa não seja representada com precisão no registro da pesquisa; iii) Fabricação: inventar dados ou resultados, seja através do registro ou relato.

Estas más condutas resultam em violações éticas, produzindo trabalhos baseados na apresentação de dados falsos, na manipulação de dados, procedimentos e resultados, bem como na apropriação indevida de ideias de terceiros sem o devido reconhecimento. Todos os manuscritos guardados à Revista NERA são verificados no software de plágio "Plagius". Os manuscritos com plágio selecionado é automaticamente negado e os(as) autores(as) comunicados. A Revista NERA entende que as boas práticas de pesquisa e ética também envolvem o processo de avaliação e, por isso, possui diretrizes para avaliação científica. Dentre os elementos principais destaca-se: conflitos de interesse; a não divulgação do manuscrito para terceiros; importância política do parecer.

Os manuscritos submetidos a Revista NERA não podem ser submetidos a nenhuma outro periódico enquanto estiver em avaliação. A prática de submeter o mesmo manuscrito em mais de um periódico é compreendida como publicação duplicata. A prática de divisão inadequada dos resultados do estudo em mais de um artigo é entendida como publicação redundante e, sendo detectada, resulta na rejeição do artigo. Tais ações configuram em violações éticas.

Declaração de contribuição individual

Em artigos com mais de um(a) autor(a) é necessário anexar como documento suplementar a declaração de contribuição individual. Todos(as) autores(as) devem participar da discussão dos resultados e da revisão e aprovação da versão final do trabalho. A Revista NERA indica que os(as) autores consultam a Taxonomia CRediT. Os manuscritos sem o documento serão automaticamente arquivados. 

Política de arquivamento

O Open Journal Systems suporta o sistema LOCKSS (Lots of Copies Keep Stuff Safe) para garantir um arquivo seguro e permanente para o periódico. O LOCKSS é um software de código aberto desenvolvido na Biblioteca da Universidade de Stanford que permite que as bibliotecas preservem periódicos da web selecionados pesquisando regularmente sites de periódicos registrados em busca de conteúdo recém-publicado e arquivando-o. 

Política de Repositório e Distribuição

Os(as) autores(as) são autorizados e incentivados a publicar e distribuir seus trabalhos online (por exemplo, em repositórios institucionais ou em sua página pessoal) em qualquer momento antes ou durante o processo editorial, pois isso pode gerar mudanças produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.

Taxas de Publicação

A Revista NERA não cobra pelo processamento da submissão, nem pelos processos de revisão, publicação, distribuição ou download.