O PARADIGMA ORIGINÁRIO DA EDUCAÇÃO DO CAMPO E A DISPUTA DE TERRITÓRIOS MATERIAIS/IMATERIAIS COM O AGRONEGÓCIO/ The paradigm originating in the countryside education and the dispute of material/immaterial territories with the agribusiness/ El paradigma originario en la educación del campo y la disputa de territorios materiales/inmateriales con el agronegocio

Autores

  • Rodrigo Simão Camacho Faculdade Intercultural Indígena, FAIND, Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Dourados, Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.47946/rnera.v0i50.5888

Palavras-chave:

Disputas, educação do campo, territórios, campesinato, agronegócio

Resumo

A territorialização da Educação do Campo é produto e, concomitantemente, instrumento da luta dos movimentos socioterritoriais camponeses. A Educação do Campo se desenvolve, simultaneamente, à intensificação das disputas territoriais no campo.  É a conquista e a resistência dos/nos territórios camponeses permitindo a criação e a reprodução da Educação do Campo. A territorialização da Educação do Campo se origina no conflito/ disputa com a territorialização do capital monopolista no campo (agronegócio). Por isso, o Paradigma Originário da Educação do Campo é, necessariamente, um projeto de oposição ao agronegócio que reflete a luta de classes no campo. Nosso objetivo é demonstrar, sobretudo, por meio das narrativas dos educandos do Curso Especial de Graduação em Geografia (CEGeo), que esta experiência de Educação do Campo, foi, na prática, instrumento do campesinato de resistência ao capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Simão Camacho, Faculdade Intercultural Indígena, FAIND, Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Dourados, Mato Grosso do Sul

Doutor em Geografia pela FCT-UNESP com pós-doutorado em Geografia pela UFMS-CPTL;  Docente no Curso de Licenciatura em Educação do Campo (LEDUC) da Faculdade Intercultural Indígena (FAIND) na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Do Programa de Pós - Graduação em Geografia da Faculdade Ciências Humanas (FCH) na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) campus de Três Lagoas-MS.

Downloads

Publicado

2019-08-31

Como Citar

Camacho, R. S. (2019). O PARADIGMA ORIGINÁRIO DA EDUCAÇÃO DO CAMPO E A DISPUTA DE TERRITÓRIOS MATERIAIS/IMATERIAIS COM O AGRONEGÓCIO/ The paradigm originating in the countryside education and the dispute of material/immaterial territories with the agribusiness/ El paradigma originario en la educación del campo y la disputa de territorios materiales/inmateriales con el agronegocio. REVISTA NERA, (50), 64–90. https://doi.org/10.47946/rnera.v0i50.5888

Edição

Seção

ARTIGOS