CRISE ENERGÉTICA E AGRODIESEL: DETERMINAÇÕES GLOBAIS DA PRODUÇÃO CAPITALISTA DO ESPAÇO AGRÁRIO BRASILEIRO/Energy crisis and agrofuel: global determinations of capitalist production in the Brazilian agrarian space/ Crisis energética y agrodiesel: determinaciones globales de producción capitalista en el espacio agrario brasileño

Autores

  • Carlos Roberto da Silva Maia UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARA
  • Francisco Amaro Gomes de Alencar Universidade Federal do Ceará
  • Israel Rodrigues Bezerra Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.47946/rnera.v0i33.4130

Palavras-chave:

Energia, capital, agrodiesel, campesinato

Resumo

A crise energética se constitui num dos limites econômicos e ecológicos à reprodução do capital. Diante dela, a lógica extraterritorial do capitalismo reconfigura a divisão internacional do trabalho em função da apropriação de mais espaço e recursos naturais para geração de energia. Isso, por sua vez, tem levado economias semiperiféricas a se especializarem na produção de commodities agroenergéticas. No Brasil, a política agroexportadora neodesenvolvimentista dita o tom da inserção competitiva do país como fornecedor de agrodiesel nesse mercado emergente. Isso, no entanto, requer a subsunção dos territórios rurais às determinações globais do mercado de commodities agroenergéticas para a especialização das unidades de produção no campo. A instituição do Programa Nacional de Produção e uso do Biodiesel – PNPB em 2004, como forma de combate das desigualdades regionais, tem concorrido em paralelo para a ampliação da fronteira agrícola de oleaginosas para produção de agrodiesel. Daí o presente artigo discutir os fundamentos geográficos e econômicos da expansão agroenergética como medida de contra-tendência do capital frente ao acirramento da sua crise estrutural e ainda, como o PNPB tem se resumido a um instrumento de integração capitalista dos territórios e da agricultura camponesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Roberto da Silva Maia, UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARA

Bacharel em Ciências Econômicas (2009) e Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (2013) pelo Programa Regional de Desenvolvimento e Meio Ambiente - PRODEMA da Universidade Federal do Ceará. Atualmente cursa o Doutorado em Geografia da Universidade Federal do Ceará, concentrando-se no estudo da economia e geografia agrária e na dinâmica ambiental e territorial camponesa.

Francisco Amaro Gomes de Alencar, Universidade Federal do Ceará

Bacharel em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (1984), mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará (1998) e doutorado em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (2005). No período de fevereiro de 1985 à dezembro de 1991 trabalhou como geógrafo no Instituto de Desenvolvimento Agrário do Ceará (IDACE), na função de assessor técnico para assentamentos rurais do Estado. Entre os anos de 1989 - 1991, ministrou vários cursos sobre elaboração de projetos e gestão para os assentamentos rurais, patrocinados pelo PNUD,SUDENE e BNB. Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará, à partir de dezembro de 1991. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Agrária,nos seguintes temas: assentamento rural, questão agrária, programas de reforma agrária e gestão em assentamentos rurais.

Israel Rodrigues Bezerra, Universidade Federal do Ceará

Graduando em Geografia (Licenciatura) pela Universidade Federal do Ceará, possui interesse em Geografia Agrária. Foi bolsista de iniciação a docência de Geografia da População em 2014 e bolsista de iniciação a docência de Geografia Agrária, é integrante do Laboratório de Estudos Agrários e Territórias - LEAT.

Downloads

Publicado

2016-12-28

Como Citar

Maia, C. R. da S., Alencar, F. A. G. de, & Bezerra, I. R. (2016). CRISE ENERGÉTICA E AGRODIESEL: DETERMINAÇÕES GLOBAIS DA PRODUÇÃO CAPITALISTA DO ESPAÇO AGRÁRIO BRASILEIRO/Energy crisis and agrofuel: global determinations of capitalist production in the Brazilian agrarian space/ Crisis energética y agrodiesel: determinaciones globales de producción capitalista en el espacio agrario brasileño. REVISTA NERA, (33), 206–233. https://doi.org/10.47946/rnera.v0i33.4130

Edição

Seção

ARTIGOS