ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O GEÓGRAFO ANARQUISTA PIOTR KROPOTKIN E A COMUNIDADE RURAL YUBA EM MIRANDÓPOLIS (SP)

Autores

  • Eduardo Roberto Mendes Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Rosemeire Aparecida de Almeida Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.47946/rnera.v0i11.1411

Palavras-chave:

anarquismo, Kropotkin, utopia, comunidade Yuba, posse em comum.

Resumo

O presente trabalho apresenta uma descrição analítica dos ideais anarquistas e suas principais correntes, principalmente, o geógrafo anarquista Piotr Kropotkin que viveu de 1842 a 1921 e suas principais obras, fazendo uma ligação com a comunidade rural Yuba localizada no município de Mirandópolis, interior de São Paulo. As idéias de Kropotkin têm como núcleo fundante a expropriação dos bens da humanidade, onde tudo é de todos; da não propriedade privada, e sim das terras sendo cultivadas em comum; do princípio da não autoridade, e sim da autonomia do homem; do desenvolvimento livre da ciência e das artes para todos; da produção conforme a possibilidade de cada um, e o consumo conforme a necessidade. Em nosso trabalho de campo foi possível identificar na Comunidade Yuba estas práticas citadas, algumas com problemas e outras em plena (co)vivência. Acreditamos que atualmente, neste sistema capitalista que venera o individualismo, as obras de Kropotkin tornam-se necessárias para o contraponto, pois colocadas em prática nos revelam uma nova utopia, contribuindo para pensarmos e lutarmos por uma outra sociedade tendo como base à ajuda mútua. Por outro lado, cabe destacar que esta nova sociedade não é um mero idealismo, ela existe, como pudemos analisar entre os Yubas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Mendes, E. R., & Almeida, R. A. de. (2012). ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O GEÓGRAFO ANARQUISTA PIOTR KROPOTKIN E A COMUNIDADE RURAL YUBA EM MIRANDÓPOLIS (SP). REVISTA NERA, (11), 109–121. https://doi.org/10.47946/rnera.v0i11.1411

Edição

Seção

ARTIGOS