A atuação da MRV Engenharia S/A no espaço urbano brasileiro: o caso de Presidente Prudente-SP e Ribeirão Preto- SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35416/geoatos.2022.9055

Resumo

As incorporadoras do setor imobiliário brasileiro atuam como agentes na produção de habitação, modificando paisagens de diversas cidades através da incorporação de empreendimentos imobiliários. Assim, este trabalho visa compreender a atuação da incorporadora MRV Engenharia S/A em duas cidades médias brasileiras: Presidente Prudente- SP e Ribeirão Preto-SP. Para a realização do trabalho, utilizamos como base os dados retirados do sítio eletrônico da incorporadora e do Ministério de Desenvolvimento Regional. Deste modo, as informações obtidas foram compiladas e transformadas em dois produtos cartográficos, os quais foram analisados e discutidos, sendo possível a compreensão do uso de estratégias produtivas e econômicas semelhantes, porém com práticas de implantação distintas em cada cidade analisada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Ribeiro Corrêa, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Campus de Presidente Prudente

Mestranda em Geografia na Universidade Estadual Paulista, campus Presidente Prudente e bolsista de mestrado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) processo nº 2022/00050-7. ɠ licenciada e bacharela em Geografia pela mesma universidade (2017-2022). Desenvolve pesquisas junto aos grupos GAsPERR (Grupo de Pesquisa Produção do Espaço e Redefinições Regionais) e CEMESPP (Centro de Estudos e de Mapeamento da Exclusão Social para Políticas Públicas).

Referências

BARCELLA, Bruno Leonardo. A interescalaridade da produção habitacional do Programa Minha Casa Minha Vida em cidades médias: do aumento do consumo imobiliário ao aumento das desigualdades socioespaciais. Caderno Prudentino de Geografia, v. 4, n. 41, p. 33-59, 2019.

BMF BOVESPA. Empresas listadas. Disponível em: < http://www.b3.com.br/pt_br/produtos-e-servicos/negociacao/renda-variavel/empresas-listadas.htm> Acesso em 15 de outubro de 20202.

DA SILVA, Victoria Aparecida Batista. A Produção da habitação pelo Programa Minha Casa Minha Vida na Cidade de Ribeirão Preto/SP:Agentes e intencionalidades. In: ENANPEGE, 2019. Disponível em: http://www.enanpege.ggf.br/2019/resources/ anais/8/ 1562622516_ARQUIVO_Victoria_Batista_Enanpege.pdf

FIX, Mariana. São Paulo cidade global. Fundamentos financeiros de uma miragem. São Paulo: Boitempo, 2007.

______. Financeirização e transformações recentes no circuito imobiliário no Brasil. (2011) Tese de Doutorado (Doutorado em Desenvolvimento Econômico), Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, 2011.

MELAZZO, Everaldo S. Estratégias fundiárias e dinâmicas imobiliárias do capital financeirizado no Brasil dos anos 2000. Mercator, Fortaleza, V. 12, Nº Especial (2), 2013, p.29-40. Disponível em:

http:/www.mercator.ufc.br/index.php/mercator/article/viewFile/1118/507.Acessado em 13 de dez. 2018.

MINISTÉRIO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL. RELATÓRIO EXECUTIVO. Disponivel em: < http://sishab.mdr.gov.br/novo_executivo/filtro>. Acesso em: 15 de fevereiro de 2020

MRV ENGENHARIA. MRV. A MRV, Institucional, 2020. Página inicial. Disponível em: < https://www.mrv.com.br/institucional/pt/a-mrv/historia>. Acesso em: 05 de fevereiro. 2020.

SHIMBO, Lúcia Z. Habitação Social, Habitação de Mercado: a confluência entre Estado, empresas construtoras e capital financeiro (2010). Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo), Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo.

______Sobre os capitais que produzem habitação no Brasil. Novos Estudos. CEBRAP, v. 35, p. 118-133, 2016.

PAIVA, Cláudio C. de. A diáspora do capital imobiliário, sua dinâmica de valorização e a cidade no capitalismo contemporâneo: a irracionalidade em processo. (2007). Tese (Doutorado em Desenvolvimento Econômico), Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, 2007.

ROLNIK, Raquel. Guerra dos Lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Ed. Boitempo, 2015.

ROYER, Luciana de O. Financeirização da política habitacional: limites e perspectivas. (2009). 193f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo), Universidade de São Paulo, 2009.

Downloads

Publicado

2022-09-21

Como Citar

CORRÊA, B. R. A atuação da MRV Engenharia S/A no espaço urbano brasileiro: o caso de Presidente Prudente-SP e Ribeirão Preto- SP. Geografia em Atos (Online), Presidente Prudente, v. 6, n. 2, p. 27–44, 2022. DOI: 10.35416/geoatos.2022.9055. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/geografiaematos/article/view/9055. Acesso em: 23 fev. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)