Índice de vegetação NDVI, aplicado ao Sambaqui do Costão, Ilha das Gamelas, Guaraqueçaba, Paraná

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35416/2022.8990

Resumo

As atividades humanas têm ocasionado a redução das áreas florestais em todo o mundo, no entanto, se observa a crescente preocupação em alinhar o desenvolvimento econômico e o uso racional dos recursos naturais. A pesquisa foi realizada no Sambaqui do Costão, localizado na Área de Preservação Ambiental de Guaraqueçaba, no litoral paranaense, a área em pesquisa é protegida por lei, por se tratar de um monumento arqueológico e por estar em uma Área de Proteção Ambiental (APA). Portanto, a pesquisa teve como objetivo verificar a presença e a densidade da vegetação no Sambaqui do Costão e áreas adjacentes. A pesquisa teve caráter experimental com aplicação de técnicas de Processamento Digital de Imagens, sendo aplicado o método Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) em uma série temporal, possibilitando identificar possíveis alterações na densidade da vegetação. Os resultados indicam a vegetação possuía maior densidade no ano de 1985, ocorrendo a redução nos anos posteriores, ainda foram verificadas alterações nos corpos hídricos, sendo que no ano de 1985 e 2004 se tem maior quantidade de sedimentos depositados no entorno da área pesquisada. Quanto a vegetação localizada no pixel do sambaqui, os índices se mantiveram índices ≥ 5 entre os anos de 1985 e 2009, indicando a presença de vegetação densa ao longo do período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-10-17

Como Citar

VILLWOCK, F. H.; ATHAYDES, T. V. S.; PAROLIN, M. Índice de vegetação NDVI, aplicado ao Sambaqui do Costão, Ilha das Gamelas, Guaraqueçaba, Paraná. Geografia em Atos (Online), Presidente Prudente, v. 6, 2022. DOI: 10.35416/2022.8990. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/geografiaematos/article/view/8990. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos