Fixos e fluxos do circuito inferior da economia: Uma análise a partir dos camelôs do bairro Centro de Mossoró-RN

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35416/geoatos.2022.8528

Resumo

O espaço geográfico contém fixos e fluxos, sendo os fixos materialidade e formas e os fluxos a dinâmica que lhes dá vida. O objetivo desse trabalho é analisar os fixos e fluxos do circuito inferior da economia em Mossoró a partir dos camelôs, agentes caracterizados, devido seu ponto territorial. Para realização do trabalho utilizou-se como base revisão bibliográfica no que diz respeito aos fixos e fluxos, circuitos da economia urbana e camelôs enquanto agentes da economia urbana. Em seguida desenvolveu-se o trabalho de pesquisas e entrevistas in loco, para entendimento de como esses agentes afetam e são afetados pela realidade urbana. A partir do estudo foram observadas diversas dificuldades encontradas por esses agentes devido à precariedade de seus fixos, que refletem na dificuldade de desenvolvimento de fluxos, fazendo com que esses agentes necessitem ocupar espaços com grande mobilidade de pessoas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, Jessica Oliveira. A Representação dos Fixos e Fluxos no circuito superior e circuito inferior da economia urbana brasileira. ANAIS DO VII CBG, Uberlândia, UFU,2014.

BLANCO, Jorge. Territorio, circulación y redes: articulaciones y tensiones. IN: ARROYO, M. CRUZ, R. C. A. da. Território e circulação: a dinâmica contraditória da globalização. São Paulo: FAPESP/PPGH/CAPES/Annablume geografia, 2015.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. A cidade. 8. Ed. São Paulo. Ed: Contexto. 2008.

CORRÊA, Roberto Lobato. Trajetórias geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997.

GASTAL, Susana; PARTILE, Krisciê. As comidas de rua entre fixos e fluxos. X SEMINÁRIO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM TURISMO. Universidade de Caxias do Sul, 2013.

GOMES, Paulo César da Costa. Espaços públicos: um modo de ser do espaço, um modo de ser no espaço. Olhares geográficos: modos de ver e viver o espaço. (org.) CASTRO, Iná Elias de, GOMES, Paulo César da Costa, CORRÊA, Roberto Lobato. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil. 2012.

HARVEY, David. A condição pós-moderna. São Paulo. Edições Loyola. 1992.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. (IBGE). Regiões de Influências das cidades 2018 (Regic). Rio de Janeiro: IBGE, 2020.

JESUS, Claúdio Roberto de. A Geografia Urbana do Camelô Belo-Horizontino. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

LEFEBVRE, Henry. O direito à cidade. São Paulo. 4, ed. Centauro, 2006.

LEFEBVRE, Henry. Espaço e política. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008

POSTALI-SANTANA, Valéria Barreiro. A cidade contemporânea e os dois circuitos da economia urbana: o que há de novo?. In: BOVO, Marcos Clair; COSTA, Fábio Rodrigues da (org.). Estudos urbanos: conceitos, definições e debates. 2017.

RODRIGUES, Ivanildo Dias. Dinâmica geográfica da camelotagem: a territorialidade do trabalho precarizado. 2008. 186 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2008.

SANTOS, Milton. O espaço da cidadania e outras reflexões. Porto Alegre: Fundação Ulysses Guimarães, 2011).

SANTOS, Milton. Pobreza Urbana. 3. Ed., 1. Reimpressão. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2013.

SANTOS, Milton. O espaço Dividido: Os dois circuitos da Economia Urbana dos países subdesenvolvidos. 2 ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008a.

SANTOS, Milton. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico-informacional. 5. Ed. São Paulo. Editora da Universidade de São Paulo, 2008b.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. 4. Ed. São Paulo. Editora da Universidade de São Paulo. 2006.

SILVA, Romero Rossano Tertulino da. O circuito inferior da economia urbana em Mossoró: a dinâmica do comércio ambulantes. Dissertação (Mestrado em Geografia), Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

SILVEIRA, Maria Laura. Modernização contemporânea e nova constituição dos dois circuitos da economia urbana. Revista GEOUSP, São Paulo, v. 19, n. 2, p. 245-261, maio./ago. 2015.

SOUZA, Marcelo Lopes de. O território: sobre espaço e poder, autonomia e desenvolvimento. In. Org: CASTRO, Iná Elias de, GOMES, Paulo César da Costa, CORRÊA, Roberto Lobato. Geografia: conceitos e temas 15°ed –Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

SOUZA, Silmara Lopes de, SANTOS, Clélio Cristiano dos. A pobreza e os dois circuitos da economia urbana: reflexões teóricas. VII CONGRESSO BRASILEIRO DE GEÓGRAFOS. Vitória-ES, 10-16 de Agosto, 2014.

Downloads

Publicado

2022-04-22

Como Citar

Albino de Sousa, E., & Ricardo Silva Beserra, F. (2022). Fixos e fluxos do circuito inferior da economia: Uma análise a partir dos camelôs do bairro Centro de Mossoró-RN. Geografia Em Atos (Online), 6, 1–23. https://doi.org/10.35416/geoatos.2022.8528

Edição

Seção

Artigos