Sobre resistências e visibilidades na geografia brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35416/geoatos.v1i16.7345

Resumo

.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joseli Maria Silva, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

Graduada em Geografia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1988), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995), Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002) e Pós-doutorado em Geografia e Gênero na Universidade Complutense de Madrid (2008- Bolsista CAPES). Pós-Doutorado em Geografia e Sexualidades na University of Brighton (2015- Bolsista CAPES). É docente do Ensino Superior desde 1990. Atualmente é professora Associada, nível C da Universidade Estadual de Ponta Grossa, docente dos cursos de Graduação em Geografia e do Programa de Pós-graduação em Geografia da UEPG (Mestrado e Doutorado). Editora chefe da Revista Latino-americana de Geografia e Gênero desde 2010. Desde 2003 coordena o Grupo de Estudos Territoriais e com trabalhos extensionistas participa da ONG Renascer direitos humanos LGBT desde 2006. É representante do Brasil na União Geográfica Internacional - Seção Gênero desde 2011 e é membro da Comissão de Coordenação da Rede Ibero-Latinoamericana de Geografia Gênero desde 2010. Bolsista PQ-2 CNPQ. Organizou 8 obras na área de Geografias Feministas e das Sexualidades no Brasil. Atualmente participa de projeto de elaboração do "The Routledge International handbook of Gender and Feminist Geographies" com pesquisadores da Inglaterra, Estados Unidos, Nova Zelândia e Índia.

Downloads

Publicado

2020-02-28

Como Citar

SILVA, J. M. Sobre resistências e visibilidades na geografia brasileira. Geografia em Atos (Online), Presidente Prudente, v. 1, n. 16, p. 2–4, 2020. DOI: 10.35416/geoatos.v1i16.7345. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/geografiaematos/article/view/7345. Acesso em: 22 abr. 2024.