AGROINDÚSTRIA CANAVIEIRA, PILHAGEM TERRITORIAL E RUMOS DO DESENVOLVIMENTO NA REGIÃO DA NOVA ALTA PAULISTA/ Sugarcane agribusiness, territorial looting and development process in the region of Nova Alta Paulista/ Industria de la caña de azúcar, despojo territorial y proceso de desarrollo en la región de Nova Alta Paulista

Cláudia Marques Roma, Raul Borges Guimarães

Resumo


Nesse artigo debatemos a inter-relação campo-cidade através da identificação dos problemas urbanos das pequenas cidades da região da Nova Alta Paulista e suas conexões com a Questão Agrária, pois são gerados pelo modelo de produção adotado, com o predomínio da expansão da agroindústria canavieira. Dessa maneira, os problemas urbanos resultantes do aumento da desigualdade social e da pobreza é um problema agrário e vice-versa, destacando, assim, a conflitualidade. Nestes termos, não há como pensar no desenvolvimento territorial daquela região sem considerar o processo denominado de pilhagem territorial, uma vez que acumulação do capital agroindustrial envolve o monopólio da renda da terra, a degradação do trabalho e apropriação dos recursos da natureza, reduzindo o desenvolvimento à poucos componentes econômicos. 


Palavras-chave


Cidades pequenas; territorialização da agroindústria canavieira; desenvolvimento territorial.

Texto completo:

PDF


 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

 

APOIO
                       
ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada