A FACE E AS MÚLTIPLAS FACETAS DA BARBÁRIE SOCIETAL NO CAMPO BRASILEIRO: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES/The face and the multiple facets of societal barbarism in the Brazilian countryside: some considerations/El rostro y las múltiples facetas de la barbarie societal en el campo brasileño: algunas consideraciones

Suzane Tosta Souza, Jânio Roberto Diniz Santos

Resumo


O presente artigo busca refletir sobre as investidas do capital sobre o trabalho no campo brasileiro, enfatizando a sua face mais bárbara que se concretiza, por um lado, em um processo de significativa concentração da propriedade fundiária nas mãos de poucos grupos econômicos e, por outro, no aumento exacerbado da violência e mesmo extermínio de trabalhadores rurais e camponeses que lutam pelo acesso à terra ou para nessas permanecerem como condição para a reprodução da vida. Nesse processo, reflete sobre as formas de intensificação da barbárie societal no campo imposta pelo processo de acumulação do capital, que ora denominamos “os 7 pecados do capital” no campo brasileiro, que, contraditoriamente, levam ao reacender da luta de classes, que se consolida nas diversas ações implementadas pelos camponeses pela conquista ou permanência na terra de trabalho.

 

 

 

 


Palavras-chave


Capital; trabalho;questão agrária; luta de classes; campesinato

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada