A RELAÇÃO CAMPO-CIDADE NO ENSINO DE GEOGRAFIA: ESTUDO DO CURRÍCULO DE GEOGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO/The countryside-city relationship in teaching geography: geography curriculum study of the state of São Paulo/La relación campo-ciudad en la enseñanza de Geografía: estudio del Currículo de Geografía del estado de São Paulo

Eliana Menossi Silva Floriano, Sedeval Nardoque Nardoque

Resumo


Este artigo é resultado de dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação (Mestrado) em Geografia da UFMS, campus de Três Lagoas. O objetivo principal foi a análise das dimensões campo-cidade no Currículo Oficial para a disciplina de Geografia, do Estado de São Paulo. Nos estudos da questão agrária, têm-se leituras constituídas a partir de diferentes paradigmas: o Paradigma do Capitalista Agrário (PCA) e o Paradigma da Questão Agrária (PQA). Este trabalho alinha-se à concepção teórica baseada no segundo paradigma e sua vertente campesinista, defendendo-se a ideia de que a questão agrária e a disputa pelo território expressam-se, também, no ambiente escolar, apontando as críticas à difusão da ideologia capitalista por meio da agricultura moderna, alinhavada, no Currículo escolar, ao Paradigma do Capitalismo Agrário. Para tanto, seguindo estas orientações teórico-metodológicas, analisou-se o material didático e o currículo de Geografia para as escolas estaduais paulista.


Palavras-chave


Currículo; relação Campo-Cidade; questão agrária; campesinato

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada