NOVAS TECNOLOGIAS E NOVOS CIRCUITO ECONÔMICOS: O CASO DO SISTEMA BANCÁRIO BRASILEIRO

José Alves, Júlia Luciana Pereira das Dores, Márcio Teixeira Gonçalves

Resumo


Neste texto, objetivamos caracterizar o momento atual - meio técnico-científico-informacional - e a emergência de novas tecnologias aplicadas ao desenvolvimento dos circuitos econômicos no Brasil , enfatizando o o caso do sistema bancário nacional através do exemplo do Banco Bradesco. Partimos de
algumas questões teóricas que caracterizam este momento atual e as concepções acerca dos conceitos de técnicas e tecnologias. Sobre este aspecto, abordamos a criação e a espacialização desiguais no país, dessas novas tecnologias e dos novos circuitos econômicos, destacando o papel de São Paulo neste contexto, e a dinâmica que acompanha tal processo. Como respaldo a essas análises, na segunda parte do texto, optamos por enfocar a evolução das telecomunicações
e da informatização como estratégias de impulso à eficiência do sistema bancário nacional, considerando como estudo de caso o Banco Bradesco, principal banco privado do país. O papel exercido pelo Estado, no sentido da normatização da
dinâmica espacial do setor bancário, e a (re)organização espacial do sistema bancário, também constituem questões abordadas neste trabalho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v2i10.1013

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio