O PENSAR E O FAZER EDUCACIONAL DAS ORGANIZAÇÕES NEGRAS BAIANAS

Jurandir de Almeida Araújo

Resumo


Este artigo, originado de uma pesquisa qualitativa que versa sobre a atuação das organizações negras baianas no campo da educação no período de 1970 a 1990, tem como objetivo revelar a influência das organizações supracitadas na construção e promoção da educação das relações étnico-raciais nas escolas baianas. Com base em depoimentos de militantes/professores negros, comprometidos com uma educação plural na Bahia, no período investigado e nos teóricos que discutem a temática, pode-se afirmar que diferentes organizações negras baianas, surgidas a partir da década de 1970, vêm desenvolvendo atividades sociais, culturais e educacionais que visam a valorização do negro e da sua cultura, contribuindo expressivamente para os avanços que se vem tendo no campo das políticas educacionais afirmativas.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v25i1.2635


Palavras-chave


Organizações Negras; Educação Multicultural; Práticas Educativas

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v25i1.2635


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com