A HISTÓRIA DO ENSINO DE LITERATURA INFANTIL NO BRASIL: UM ESTUDO SOBRE A TRAJETÓRIA DA OBRA DE MONTEIRO LOBATO NA ESCOLA

Fernando Teixeira Luiz

Resumo


Paralelo à trajetória de Monteiro Lobato no processo de constituição e consolidação das narrativas infantis enquanto escrituras dotadas de artisticidade, desenvolvem-se algumas concepções de leitura- pautadas em diversas teorias do texto e da linguagem – que fundamentam as práticas de ensino de literatura, formando leitores de acordo com determinado modelo. Este trabalho tem a intenção de apresentar as metodologias empregadas para contemplar as riquezas estética, ideológica, polissêmica e altamente sugestiva do ciclo O Sítio do Picapau Amarelo nas séries iniciais do ensino fundamental. Para tanto, são recuperados os procedimentos pedagógicos a partir de um considerável levantamento bibliográfico. A seguir, será discutido a respeito das atuações do professor perante o texto plurissignificativo lobatiano, tendo como base as entrevistas efetuadas em seis unidades públicas de ensino de Presidente Prudente (SP).

Palavras-chave


Literatura; ensino; leitura, metodologias

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v12i13.1674


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com