I ENCONTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA: COMPARTILHANDO EXPERIÊNCIAS SOBRE INCLUSÃO ESCOLAR

Autores

  • Camila Fabiana Rossi Squarcini Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
  • Danielle de Amaral Macêdo Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
  • Joyce Neres Evangelista Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
  • Juliana Santos Sacramento Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
  • Joslei Viana de Souza Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Resumo

Atualmente, de acordo com dados nacionais, existem mais de 827 mil escolares com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento ou altas habilidades, matriculados nas escolas brasileiras (especializada, classes especiais ou escola comum - inclusão) dos quais 90,9% se encontram incluídos na escola comum (BRASIL, 2018). Evidente que essa quantidade de alunos é reflexo da luta das pessoas com deficiência por seus direitos e de importantes marcos na história, como a Declaração de Salamanca (UNESCO, 1994) e, mais recentemente, em nosso país, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (BRASIL, 2015) que diminuiu a marginalização desse grupo social. Mas tal marginalização e exclusão social ainda persiste, pois têm se firmado no tempo (na história) e no espaço (ambiente) a partir de uma prática socialmente construída com base na exclusão (KITCHIN, 1998).

Por outro lado, existem ações que visam tornar a escola um espaço que garanta a acessibilidade não somente do ponto de vista estrutural como também do currículo, da formação profissional e outras.

Em nossa região, a região cacaueira, existe uma grande demanda de ações voltadas para a inclusão escolar de pessoas com deficiência e a parceria entre Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e comunidade vem ocorrendo. Na UESC, por exemplo, existem diversas ações voltadas para a temática como as disciplinas da graduação em Educação Física, a especialização em Educação Física Adaptada, o PIBID com tema da inclusão da pessoa com deficiência. Mas as ações não se esgotam, especialmente as vinculadas com a formação profissional continuada e dos futuros professores de Educação Física.

Assim, com essa justificativa, foi desenvolvido o “I Encontro de Educação Física - Compartilhando Experiências sobre a Inclusão”, fruto da Extensão Universitária,  que foi idealizado pelos professores Camila Fabiana Rossi Squarcini, Felipe Eduardo Ferreira Marta e Joslei Viana de Souza com intuito de oportunizar aos professores de Educação Física escolar da rede pública e particular, bem como os graduandos do curso de Licenciatura em Educação Física o convívio com pesquisadores e reconhecidos profissionais na área a fim de compartilharem suas experiências e aprendizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Fabiana Rossi Squarcini, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Professora do Departamento de Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC.

Danielle de Amaral Macêdo, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Licenciada em Educação Física pela Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC.

Joyce Neres Evangelista, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Licencianda em Educação Física pela Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC.

Juliana Santos Sacramento, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Licenciada em Educação Física pela Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC.

Joslei Viana de Souza, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Professora do Departamento de Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC.

Downloads

Publicado

2020-06-28

Como Citar

Squarcini, C. F. R., Macêdo, D. de A., Evangelista, J. N., Sacramento, J. S., & Souza, J. V. de. (2020). I ENCONTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA: COMPARTILHANDO EXPERIÊNCIAS SOBRE INCLUSÃO ESCOLAR. ADAPTA, 12(1), 1–9. Recuperado de https://revista.fct.unesp.br/index.php/adapta/article/view/7790

Edição

Seção

Artigos