A INSERÇÃO CURRICULAR DAS TIC NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: PERSPECTIVAS DOS FORMADORES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.32930/nuances.v30i1.6736

Palavras-chave:

Currículo, docentes, tecnologias de informação e comunicação, educação superior.

Resumo

No âmbito da recente (2003-2014) expansão do ensino superior no Brasil, perpassado pelas tecnologias de informação e comunicação (TIC), o presente trabalho investiga a sua inserção curricular na formação de professores em três universidades recém-criadas na região Sul do Brasil. Aqui, são apresentadas reflexões estabelecidas a partir do conteúdo das entrevistas, que foram relacionadas a três categorias de análise: 1) Questões de infraestrutura; 2) Sobre o currículo: a (não) presença das TIC; e 3) A formação dos formadores de professores: experiências formativas no âmbito das TIC. A metodologia qualitativa utilizada envolveu análise documental, entrevistas e observações diretas para a produção de dados. Os relatos dos professores mostraram que são poucas as experiências envolvendo as TIC nos currículos estudados, sobretudo na perspectiva crítica e expressivo-produtiva da mídia-educação. Por fim, concluímos que a futura geração de professores, que está sendo formada atualmente pelos currículos das universidades investigadas tende a continuar com profundas dificuldades em intervir pedagogicamente com as ferramentas tecnológicas no contexto escolar.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-12-2019

Como Citar

BIANCHI, P.; DE LORENZI PIRES, G. A INSERÇÃO CURRICULAR DAS TIC NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: PERSPECTIVAS DOS FORMADORES. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 30, n. 1, 2019. DOI: 10.32930/nuances.v30i1.6736. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/6736. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Dissertações e Teses