CONTEXTO HISTÓRICO E INSTITUCIONAL NA DEMARCAÇÃO DE TERRAS INDÍGENAS NO BRASIL/Historical and institutional context in the demarcation of indigenous lands in Brazil

Cristiane Dambrós

Resumo


Embora houvesse alguns avanços na demarcação de terras indígenas no Brasil, é incontestável que há necessidade imediata de ampliação das áreas demarcadas. Este texto tem a finalidade de contribuir para o debate acadêmico e civil, sobre a urgência na demarcação de novas terras indígenas, esta necessidade, se justifica, pelos inúmeros registros jornalísticos, de mortes e conflitos de indígenas com fazendeiros, mineradores, grileiros, sojistas, entre outros. A partir da verificação das principais fatos histórica e institucional, da ação do Estado sobre a questão indígena, será possível compreender o contexto de luta e resistência destes povos, bem como a pressão genocida devido ao avanço do agronegócio, da mineração e dos grandes empreendimentos (usinas hidrelétricas). Portanto, a demarcação de novas áreas destinadas aos povos indígenas, bem como, ação efetiva da FUNAI – Fundação Nacional do Índio e políticas públicas que de fato cumprem seu papel sociocultural, são necessidades imediatas para garantir o mínimo de integridade física e a segurança destes povos que vivem sob ameaças.


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada