O TERRITÓRIO COMO CATEGORIA DA EDUCAÇÃO DO CAMPO: NO CAMPO DA CONSTRUÇÃO/DESTRUIÇÃO E DISPUTAS/CONFLITOS DE TERRITÓRIOS/TERRITORIALIDADES/Territory as a category of Education of the Countryside: in the countryside of construction/destruction and disputes/conflicts of territories/territorialities

Rodrigo Simão Camacho

Resumo


Este texto tem o objetivo de fazer uma reflexão teórica acerca da importância de se entender o que é o campo para a Educação do Campo, sendo que para isto o debate sobre territórios/territorialidades camponesas é primordial. Na Educação do Campo, a discussão sobre o Campo - disputas/conflitos de territorialidades, modo de vida camponês, identidade territorial camponesa, movimentos socioterritoriais etc. – precedem a discussão pedagógica. A Educação do Campo nasce da materialidade das relações sociais no campo e, se desenvolve, portanto, simultaneamente, à intensificação das disputas territoriais no campo.  É a conquista, a resistência e a recriação dos/nos territórios camponeses que permite a criação e a reprodução da Educação do Campo. O modo de vida e a identidade territorial camponesa são partes integrantes do projeto educativo dos camponeses.  Logo, identificar as relações dos territórios/territorialidades camponesas é de suma importância para à construção de uma concepção teórica-política-ideológica de Educação do Campo com reciprocidade à lógica material e simbólica de reprodução da classe camponesa, e que coopere para a dinâmica de seu processo de resistência social, política, econômica e cultural.

 


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada