A ATUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS NA ATIVIDADE PESQUEIRA E O USO DE GEOTECNOLOGIAS NA AMAZÔNIA

Christian Nunes da Silva, Oriana Almeida

Resumo


A atividade pesqueira sempre foi, e continua sendo, uma importante fonte de alimento para o consumo humano. Não obstante, pesquisas recentes vêm corroborando com o acréscimo na explotação pesqueira em nível mundial (BERKES et al, 2006), processo impulsionado pela extração indiscriminada dos recursos naturais, tanto os florestais no caso continental, quanto os pesqueiros em ambientes fluviais e marítimos. Como reflexo da necessidade em melhor gerir e utilizar os recursos naturais, os grupos humanos se agregam em organizações capazes de mobilizar contingentes populacionais em prol de um objetivo comum. Além da mobilização de instituições, novas geotecnologias – tecnologias computacionais que auxiliam na espacialização de objetos e fenômenos que ocorrem na superfície da Terra, vêm se destacando como subsídio no manejo e ordenamento dos recursos naturais, entre estes os pesqueiro. Nesse enfoque, este trabalho vem discutir, com base em pesquisa bibliográfica, entrevistas com representantes de organizações governamentais e experiências de campo realizados na região amazônica, qual é o atual papel desempenhado por essas instituições que trabalham com a atividade pesqueira e qual o uso das chamadas geotecnologias no processo de ordenamento pesqueiro, gerenciado por estes órgãos, em suas regiões de ação, com ênfase para a região amazônica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formação.v1i18.875

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                        

Apoio