VIOLÊNCIA MARGINAL: A construção da identidade e o sentido da violência

André Luís André, Eda Maria Góes

Resumo


Este texto tem como objetivo comunicar algumas das questões que temos investigado a respeito daquilo que entendemos primariamente como violência urbano—marginal, ou seja, violência utilizada pelos grupos incluídos de forma marginal na cidade de São Paulo, seja para resolver conflitos cotidianos, seja para instrumentar formas econômicas incriminadas juridicamente, com vista a otimizar sua capacidade de consumo e suas relações afetivas, mediante a elaboração de uma identidade que se constrói positivamente como marginal

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v2i13.627

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio