OS CAMINHOS DA MOBILIZAÇÃO PARA O ENFRENTAMENTO DA ESCA: DESPOLITIZAÇÃO E RESISTÊNCIA

Maria Lúcia Pinto Leal, Maria Auxiliadora César

Resumo


Este artigo trata de analisar características do processo de mobilização das ONGs – Organizações não Governamentais – para o enfrentamento da exploração sexual contra crianças e adolescentes (ESCA) no Brasil, na passagem da última década de 1990 para esta primeira década do século XXI. O ponto de partida é a mobilização dos movimentos sociais em defesa e garantia dos direitos da criança e do adolescente. Para lograr este objetivo procura-se contextualizar e trazer argumentos políticos, econômicos e sociais para auxiliar a análise entre a relação Estado e sociedade que, devido a transformações conjunturais ocorridas, processaram alterações que mudaram a natureza dessa relação no período analisado.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v24i2.2485


Palavras-chave


Mobilização; ESCA; Despolitização; Resistência

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v24i2.2485


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com