CYBERBULLYING: UM ESTUDO SOBRE A INCIDÊNCIA DO DESRESPEITO NO CIBERESPAÇO E SUAS RELAÇÕES COM AS REPRESENTAÇÕES QUE ADOLESCENTES TEM DE SI

Luciene Regina Paulino Tognetta, Thais Cristina Leite Bozza

Resumo


Este artigo apresenta uma pesquisa atual cujo objetivo é investigar as características de ações violentas e os sentimentos daqueles que se envolvem em situações de Cyberbullying - alvos, autores ou apenas aqueles que assistem com indiferença e relutância o sofrimento de outrem – e ainda constatar uma possível correspondência entre tal envolvimento e as representações que os sujeitos têm de si. Participaram deste estudo 63 adolescentes de 14 anos, estudantes de colégios públicos da cidade de Campinas, no Brasil, escolhidos aleatoriamente para responder um questionário escrito. Os resultados apontam para uma correspondência entre o fato de serem autores de Cyberbullying e apresentar imagens que não integram valores morais como a justiça, a generosidade ou a tolerância, entre outros. Também é possível, pela análise dos sentimentos dos envolvidos, caracterizar os protagonistas dessa violência pós- moderna e constatar que pouco se indignam com tais situações.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v23i24.1896


Palavras-chave


Cyberbullying; representações de si; Psicologia Moral; Educação Moral

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v23i24.1896


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com