O ATLETISMO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DAS ESCOLAS DE NOVO HAMBURGO/RS: POSSIBILIDADES E LIMITAÇÕES

Autores

  • Janaina Andretta Dieder Universidade Feevale
  • Alexandre José Höher Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.14572/nuances.v27i1.3961

Palavras-chave:

Educação Física Escolar. Atletismo. Ensino.

Resumo

Essa investigação buscou verificar as possibilidades e limitações do ensino do atletismo nas aulas de Educação Física nas escolas da rede municipal de Novo Hamburgo/RS. Caracterizou-se como um estudo quantitativo-qualitativo descritivo. Etapa quantitativa: 19 professores de EF responderam a um questionário. Etapa qualitativa elaborada por meio de análise de documentos e entrevistas semi estruturada com 3 professores e 27 alunos (grupo focal) em 3 escolas. Por meio de “Análise de conteúdo” obteve-se os seguintes resultados: 17 docentes trabalham o atletismo, apesar da falta/limitação do espaço físico (13), falta de materiais adequados (9), desinteresse dos professores (6), a cultura do próprio esporte (3), pouco conhecimento e vivência do modalidade (5). O conteúdo consta nos planos de estudos, apresentando limitações similares. Conclui-se que o atletismo é ensinado, mas que as escolas que possuem um projeto no contra turno escolar recebem mais investimento quando comparado às demais.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v27i1.3961

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaina Andretta Dieder, Universidade Feevale

Acadêmica de Licenciatura em Educação Física e Bolsista do PICF - Programa de Iniciação Científica Feevale do Grupo de Pesquisa em Análise dos Processos Midiáticos e Práticas Socioculturais - Universidade Feevale.

Alexandre José Höher, Universidade Feevale

Mestre em Diversidade Cultural e Inclusão Social da Universidade Feevale. Professor do curso de Educação Física da Universidade Feevale.

Downloads

Publicado

10-05-2016

Como Citar

DIEDER, J. A.; HÖHER, A. J. O ATLETISMO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DAS ESCOLAS DE NOVO HAMBURGO/RS: POSSIBILIDADES E LIMITAÇÕES. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 27, n. 1, p. 127–146, 2016. DOI: 10.14572/nuances.v27i1.3961. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/3961. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Dossiê