AS ESCOLAS NA CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE MAIS HUMANA

Autores

  • Michel Born

DOI:

https://doi.org/10.14572/nuances.v26i1.3817

Palavras-chave:

Escola e sociedade, Jovens e exclusão social, Marginalização

Resumo

Todas as sociedades e todos os países, mesmo aqueles economicamente mais favorecidos identificam um grande numero de jovens em situação de exclusão social, sem uma oportunidade real de encontrar um lugar reconhecido na sociedade. Esses jovens vivenciam formas de marginalização e carências no plano identitário, social e escolar e não compreendem a importância da sua formação e não derem aos métodos voltados a esse objetivo que lhe são propostos. Além disso a escola acaba contribuindo para que os jovens vejam a sociedade como um lugar hostil e difícil para se viver em decorrência da violência nela presente. O estudo foi realizado em 38 escolas de uma comunidade francesa da Bélgica com 4985 alunos em idade de 12 a 18 anos e possibilitou tais conclusões acerca da situação do jovens pesquisados.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v26i1.3817

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

22-09-2015

Como Citar

BORN, M. AS ESCOLAS NA CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE MAIS HUMANA. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 26, n. 1, p. 42–49, 2015. DOI: 10.14572/nuances.v26i1.3817. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/3817. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê