CAMPESINIZAÇÃO E RESISTÊNCIAS AO AGRONEGÓCIO DO DENDÊ NO NORDESTE PARAENSE /Peasantry and resistance to palm oil agribusiness in the northeast of Pará state, in Brazil

Rafael Benevides de Sousa

Resumo


Este artigo tem por objetivo compreender o processo de campesinização e as ações de resistências engendradas por camponeses contra o avanço do agronegócio do dendê na Amazônia. As reflexões aqui trazidas são resultado de uma pesquisa realizada em oito comunidades camponesas nos municípios de Acará, Bujaru e Concórdia do Pará, no nordeste paraense. A partir da história oral dos camponeses entrevistados, buscamos realizar um debate acerca dos elementos que resultam em processos de expropriação camponesa da terra, mas que contraditoriamente, permitam a realização de mecanismos para esses camponeses continuarem a viver no campo e de serem donos dos meios de produção. A técnica de pesquisa adotada foi realizada em base qualitativa, por entendermos ser uma abordagem que nos possibilite perceber as singularidades de enfrentamento desse campesinato no espaço agrário amazônico paraense. Desse modo, pensamos com esse trabalho contribuir com as discussões acerca das implicações geradas pelo binômio latifúndio-agronegócio sobre as populações camponesas, entendendo o movimento de campesinização e de resistência à expansão do dendê no nordeste do Pará. 


Palavras-chave


Campesinato, campesinização, resistências, agronegócio do dendê, nordeste paraense

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 
          

 Resultado de imagem para gale a cengage company          

 

Resultado de imagem para redibResultado de imagem para DOAJ logo

                         

ExLibris header image




IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada