A FACE INTERNACIONAL DE UMA DISPUTA DE MODELOS RURAIS: ENTENDENDO A ECONOMIA POLÍTICA DA COOPERAÇÃO BRASILEIRA EM AGRICULTURA COM MOÇAMBIQUE/ International face of disputing rural models: understanding the political economy of Brazilian cooperation with Mozambique in agriculture/ La face internationale d’une dispute entre modèles de développement rural : comprendre la politique économique de la coopération brésilienne avec le Mozambique

Matheus Zanella, Carolina Milhorance de Castro

Resumo


A política brasileira de cooperação para o desenvolvimento com países africanos vem se fortalecendo na última década, e Moçambique representa o principal parceiro do Brasil neste âmbito. Tal estratégia se baseia na ideia de que as experiências implementadas no Brasil, em particular àquelas dirigidas ao setor rural, têm o potencial de serem compartilhadas com outros países do Sul. No entanto, é necessário observar que as políticas rurais brasileiras se inserem numa contexto marcado por uma dualidade institucional que tem como estratégia a acomodação de diferentes agendas de desenvolvimento e interesses políticos e econômicos. Dessa forma, tanto esta dualidade institucional influencia a formulação da cooperação técnica com Moçambique, como o compartilhamento de tais experiências enfrenta uma série de desafios no seu processo de recepção e implementação por atores moçambicanos.  O artigo visa, portanto, discutir alguns destes desafios da cooperação brasileira para o desenvolvimento no setor rural. 


Palavras-chave


Política agrícola; desenvolvimento rural; cooperação para o desenvolvimento; Brasil; Moçambique; economia política

Texto completo:

PDF


 

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS 
 


                          
Gale
                       
ExLibris header image


APOIO

IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada