TURISMO E PAISAGEM: A DINÂMICA DA REALIDADE E A CONTRADIÇÃO ENTRE OS FENÔMENOS QUE SE MANIFESTAM NOS DIFERENTES LUGARES

Érica dos Santos Pichinin

Resumo


Questões importantes se levantam no que diz respeito à influência do momento sócio-econômico na Geografia, bem como das mudanças político-culturais do início do século XXI. O objeto de estudo da presente reflexão irá enfocar primordialmente a abordagem geográfica de proposições relativas ao turismo associadas à idéia de interação entre os fatos naturais e sociais, na qual a paisagem está inserida no contexto das transformações de diferentes naturezas: econômicas, sociais, políticas, culturais, tecnológicas etc. – que aí se originam e se propagam, frente à dinamização espacial e temporal da atividade turística nas últimas décadas. Isto significa uma alteração profunda, na qual o turismo contribui para o (re)desenho da paisagem e mudanças nos fenômenos que estão inseridos neste cenário. A partir da abordagem teórico-conceitual, é possível identificar os aspectos que compõem a dinâmica paisagística dos diferentes lugares e, em especial compreender os estudos voltados para o turismo no contexto contemporâneo das relações entre desigualdade social e meio ambiente nos países periféricos enfatizando algumas análises metodológicas pertinentes à temática.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formação.v2i15.672

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio