DINÂMICA CLIMÁTICA E VARIAÇÕES DO NÍVEL DO MAR NA GERAÇÃO DE

Newton Brigatti, João Lima Sant’Anna Neto

Resumo


O trabalho tem o objetivo de correlacionar os fatores atmosféricos (principalmente os episódios de passagens frontais) e as variações do nível do mar na geração de episódios extremos (enchentes, inundações e ressacas) no Litoral Norte do Estado de São Paulo, no período de 1988 a 2003. Foram

utilizados dados meteorológicos (velocidade e direção dos ventos, precipitação, pressão atmosférica,

temperaturas médias, máximas e mínimas e nebulosidade) e oceanográficos (nível do mar e temperatura da superfície do mar), obtidos na Base de Ubatuba do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, bem como registros de episódios adversos notificados à Defesa Civil, além de notícias sobre eventos extremos veiculadas em jornais de circulação local e regional. Os dados foram tabulados e tratados estatisticamente. Foi selecionado o mês de março de 2000, para testar a metodologia proposta, ou seja, a análise rítmica (Monteiro, 1971), necessária ao entendimento dos tipos de tempo atuantes, e nas variações dos valores relacionados ao sistema oceano (nível do mar observado, maré astronômica, maré meteorológica, maré observada e temperatura da superfície do mar). Pode ser observado, através desta análise, que as maiores oscilações positivas dos valores de nível do mar residual (nível do mar observado menos maré astronômica) ocorrem sob a influência das perturbações frontais (frentes frias). Importante também ressaltar que essas oscilações, geralmente provocadas pelo avanço dos sistemas atmosféricos extratropicais, ocorrem em qualquer fase da lunação. Contudo, há defasagens significativas entre os eventos meteorológicos e as respostas oceânicas, como por exemplo nos episódios de níveis do mar residuais mais elevados, influenciados pela ação de anticiclones polares. Mas, o efeito atmosférico no oceano é nítido, tanto na análise gráfica quanto no cálculo da correlação entre as temperaturas do ar mínimas e as temperaturas da superfície do mar, apresentando valores de aproximadamente 80%.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v2i15.613

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio