A DISSEMINAÇÃO DO MODO INDUSTRIAL EM SÃO PAULO E NO RIO GRANDE DO NORTE: O TEMPO E O ESPAÇO EM QUESTÃO

ELISEU SAVÉRIO SPOSITO, FRANCISCO FRANSUALDO AZEVEDO

Resumo


A disseminação do modo industrial de produção é uma proposta de interpretação que se propõe a redimensionar a industrialização no Brasil. Comparando o processo em São Paulo e no Rio Grande do Norte, tanto histórica quanto estatisticamente, verificamos que o processo de disseminação é uma ferramenta teórica para interpretar o setor de transformação como uma nova forma de olhar para o território brasileiro.  Para que a proposta tenha sua sustentação tanto empírica quanto teórica, começamos por analisar o processo de industrialização em São Paulo e, em seguida, numa análise comparativa objetiva, comparamos com o que ocorreu no Rio Grande do Norte que foi focalizado de maneira mais detalhada, com o mapeamento da produção industrial recente. A ênfase comparativa privilegiou a indústria de transformação, mas levou em consideração, principalmente no Rio Grande do Norte, as atividades extrativas, e o ramo que engloba eletricidade, água e gás. Foi possível, assim, verificar que o desenvolvimento territorial baseado na indústria baseia-se na perenidade das empresas industriais, na presença de indústrias de base e na complementaridade de diferentes ramos e níveis dos setores produtivos, por meio de fatores como localização, competitividade, interação espacial, hierarquia e competividade.

Palavras-chave: Indústria; Disseminação do modo industrial; São Paulo; Rio Grande do Norte

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v1i23.3652

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio