A MOBILIDADE DO TRABALHO. BRASIL E JAPÃO

Lirian Melchior, Alice Yatiyo Asari

Resumo


Com este artigo procuramos analisar as migrações internacionais a partir da concepção da mobilidade do trabalho, ou seja, acreditamos que estas ocorrem, somente, impulsionadas pelo mercado e que estão inseridas dentro de
um contexto político, econômico e social que propicia a mobilidade espacial de trabalhadores. Visamos assim, evidenciar quais foram as causas e os fatores que acabaram por impulsionar o movimento imigração e de emigração dos
japoneses e seus descendentes. Buscamos as condições econômicas e os contextos históricos em que estavam inseridos o Brasil e o Japã o no início do século XX, quando houve a imigração de japoneses para o Brasil e no final do
século XX, quando começa a ocorrer o fluxo inverso da migração, ou seja, os brasileiros se deslocam para o Japão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v2i10.1007

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio