O MANUAL DIDÁTICO DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA RELAÇÃO EDUCATIVA: UMA ABORDAGEM CONTEMPORÂNEA

Maria Lucia Paniago Lordelo Neves

Resumo


Este artigo apresenta a temática sobre o manual didático, tendo como objetivo discutir questões relativas à mediação feita por esse instrumento de trabalho na relação professor/aluno, com foco na disciplina de Educação Física. Neste trabalho realizamos uma discussão a respeito da concepção do manual didático, abordando-o histórica e teoricamente como instrumento de mediação na relação educativa. Buscamos compreender a educação na sociedade em que vivemos, por meio da discussão acerca dos fundamentos do trabalho didático, para encontrar elementos que nos permitam identificar o papel histórico do manual didático no processo educativo. A partir da investigação literária a respeito do tema pudemos constatar que, mesmo com a escassez no âmbito da pesquisa e a quase inexistente produção do manual didático de Educação Física, disponível no mercado, esse debate é pertinente na medida em que, como mercadoria que é e como possibilidade para ampliação do capital, tal instrumento de trabalho torna-se um nicho de lucro para a indústria editorial. Entendendo-o, na perspectiva comeniana, como elemento que simplifica e objetiva o conhecimento socialmente construído, faz-se necessária a busca por outro/outros instrumentos didáticos que, sem vulgarizar ou sonegar tais conhecimentos, possibilite o aprofundamento e a investigação que extrapolem os seus limites didáticos.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v19i20.986


Palavras-chave


Trabalho didático; manual didático; Educação Física

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v19i20.986


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com