A CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS DO CAMPO DO MUNICÍPIO DE ARARAQUARA

Ana Paula Leivar Brancaleoni, José Marcelino de Rezende Pinto

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo analisar o processo de elaboração e implementação de um projeto político-pedagógico para as escolas do campo do Município de Araraquara, tendo como foco uma das escolas atendidas. Trata-se de um estudo qualitativo de cunho etnográfico. Os instrumentos de coleta de dados foram: observação participante, entrevistas semi-estruturadas e análise documental. Constatam-se mudanças no âmbito da organização comunitária, ao longo do processo, no que diz respeito a uma postura mais ativa por parte dos seus membros que passaram a buscar outros meios para reivindicar o atendimento de suas demandas por parte do Poder Público e órgãos competentes, o que aponta para o caráter pedagógico da participação no movimento de luta pela educação que desejam. Notam-se, também, um processo de ressignificação, por parte dos sujeitos, da própria identidade comunitária enquanto assentados de um projeto de reforma agrária, bem como uma participação mais efetiva, dos mesmos, no cotidiano e organização da escola. Observam-se, ainda, modificações nos indicadores da escola, havendo um aumento no sucesso escolar dos alunos, bem como a redução a zero do índice de evasão, além da diminuição do absenteísmo de professores.


Palavras-chave


educação do campo; projeto político-pedagógico; movimentos sociais

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v17i18.731


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com