SHAKESPEARE PARA JOVENS LEITORES: ALGUMAS REFLEXÕES ACERCA DE TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO

Beatriz Pinheiro Arraes

Resumo


Trata-se de um estudo do texto dramático Otelo: o Mouro de Veneza de autoria de William Shakespeare e traduzido por de Jean Melville e do texto narrativo  Otelo, inspirado nessa mesma peça, a adaptado por Hildegard Feist. Exploram-se os traços que vinculam as duas composições, seja no que se refere à forma como são apresentadas, seja no tocante à carga conteudística. Assim exploramos conceituações de texto ao lado do estudo dos fatores da obra como experiência humana e da sua permanência através dos séculos além do revestimento ideológico dado ao longo da história. Uma vez que nos interessa recuperar a recepção de clássicos como os de Shakespeare, este trabalho tem por objetivo analisar a adaptação para o público juvenil e de que forma esta contribui para a formação de um público leitor do mesmo autor.

Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v13i14.377


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com