AVALIAR E APRENDER COM TEXTOS PRODUZIDOS PELOS ALUNOS

Vânia Kelen Belão, Ana Maria da Costa Santos Menin

Resumo


Considerando o papel da avaliação, particularmente, no que diz respeito à produção de textos, buscamos repensar a prática avaliativa, a partir de novas perspectivas que vêm sendo apontadas tanto por estudiosos da avaliação quanto por aqueles que discutem o ensino de língua portuguesa, privilegiando a construção do conhecimento e a aprendizagem significativa do aluno, ao se apropriar do código lingüístico escrito. Entendemos que a natureza da avaliação não concebe relacioná-la a instrumentos de medida de resultados com fim último de aprovar ou reprovar. Avaliar refere-se a um processo de acompanhamento do desenvolvimento do educando, que implica uma regulação feita pelo professor e pelo aluno, objetivando melhorar o ensino-aprendizagem. Neste processo, o texto produzido pode ser um aliado, pois é uma forma de expressão do aluno, podendo fornecer informações que auxiliem a análise e interpretação das aprendizagens, contribuindo assim, para a realização das remediações necessárias.

Palavras-chave


Correção; avaliação da aprendizagem; produção de texto; ensino-aprendizagem

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v12i13.1687


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com