A UHE SÉRGIO MOTTA E AS ALTERAÇÕES ECONÔMICAS, CULTURAIS E TERRITORIAIS NAS COMUNIDADES RIBEIRINHAS REASSENTADAS NO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA – MS

Edevaldo Aparecido de Souza, Antonio Nivaldo Hespanhol

Resumo


Neste trabalho procurou-se analisar o processo de desapropriação e relocação dos ribeirinhos nas margens do rio Paraná e rio Verde, no município de Brasilândia-MS, impactados pelo reservatório da Usina Hidrelétrica Sérgio Motta. O objetivo da pesquisa foi analisar as mudanças sócio-econômicas, culturais e territoriais, bem como as conseqüências positivas e negativas no que se refere à qualidade de vida das famílias relocadas para os reassentamentos Pedra Bonita e Santa Emília/Santana. Junto ao levantamento do referencial teórico foram entrevistadas nove pessoas entre a comunidade atingida, entidades de apoio, representante do poder público municipal e a empresa empreendedora. Também foi aplicado um questionário com as famílias dos dois reassentamentos, sendo visitadas 83 famílias.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v1i13.842

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio