ENSAIO TÉORICO–METODOLÓGICO SOBRE ÁREAS VERDES APLICADO A UM ESTUDO DE CASO: DIAGNÓSTICO DOS REFERÊNCIAIS TERMINOLÓGICOS E A REALIDADE IN LOCO

Mônica Minaki, Margarete Cristiane da Costa Trindade Amorim, Encarnita Salas Martin

Resumo


O artigo estruturou-se de forma a apresentar teoricamente a complexidade do conceito de áreas verdes, sua importância e implicações. Procurou-se compará-lo com a sua viabilidade e aplicação em uma cidade de pequeno porte. A escolha de Guararapes para a amostragem, deve-se, em especial, ao fato da cidade ainda não ter alcançado um porte significativo (com 28 843 habitantes, segundo o  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE – Censo de 2000), possibilitando que os problemas no ambiente urbano, já existentes, sejam amenizados com atitudes, no que se refere ao disciplinamento do uso do solo. Pretende-se com isso, verificar a influência e a utilização do conhecimento dos referenciais teórico-metodológicos no processo de implantação, execução e manutenção dessas áreas, a fim de evidenciar a atuação do poder público e o seu papel na determinação das políticas municipais. Além disso, destacar a importância dessas áreas para a qualidade ambiental urbana que interfere na qualidade de vida da população guararapense.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v1i13.834

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio