CONFLITOS DE USO E OCUPAÇÃO DA TERRA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO DO YUNG (JUIZ DE FORA-MG) COM A LEGISLAÇÃO DE PARCELAMENTO DO SOLO E SUA EVOLUÇÃO ENTRE OS ANOS 1968 E 2010

Waltencir Menon Júnior, Ricardo Tavares Zaidan

Resumo


Nas últimas décadas ocorreu no Brasil um forte processo de expansão urbana, que em grande parte, aconteceu de forma desordenada. O objetivo desse trabalho foi Interpretar a evolução da ocupação urbana na Bacia Hidrográfica do Córrego do Yung (BHCY) e a sua inter-relação com a legislação de parcelamento e uso do solo para os anos de 1968, 1983 e 2010. Foram utilizados: Imagens Aerofotogramétricas dos anos citados; Modelo Digital de Elevação (MDE) com base no modelo LiDAR, e; a Legislação de parcelamento e ocupação do solo urbano. Os resultados mostram que o processo acelerado de mudança na paisagem provocou mudanças nas inúmeras classes de uso (vegetação, pastagem, mineração e etc) e que a urbanização se direcionou, em maior parte, a áreas não favoráveis a ocupação na BHCY. A legislação coloca pontos importantes no que tangem a essa ocupação, porém a ocupação se dá de uma maneira muito mais veloz, ou seja, a produção do espaço urbano muda a dinâmica e o equilíbrio das planícies e vertentes, potencializando e acelerando processos naturais que pode causar prejuízos e danos às pessoas que ali estão inseridas.


Texto completo:

PDF


Revista Formação (Online). ISSN: 2178-7298. ISSN-L: 1517-543X