GEOGRAFIA CULTURAL, JUVENTUDES E ENSINO DE GEOGRAFIA: ARTICULAÇÕES POSSÍVEIS

Necio Turra Neto

Resumo


Procuro aqui fazer uma articulação que, apesar de parecer bastante evidente, nem sempre tem se constituído em preocupação de geógrafos/as que discutem ensino de Geografia: a discussão sobre juventudes, as possibilidades de seus estudos na Geografia e o ensino. Para cumprir esse propósito, penso um texto dividido em três partes básicas: num primeiro momento falo da história da Geografia Cultura, apresentando aquela tendência, dentre as muitas presentes hoje nesse campo, com a qual tenho mais dialogo e que me permite situar a proposição de uma Geografia das Juventudes. Num segundo momento, apresento uma reflexão sobre juventudes, seus processos de construção de grupos culturais, de territórios e suas vivências do espaço urbano. Por fim, procuro ver as implicações para o ensino de Geografia em se pensar uma Geografia das Juventudes, com a intenção de apresentar uma proposta de construção de uma Geografia para as Juventudes na escola.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33081/formacao.v1i20.2651

Revista Formação (Online). ISSN: 1517-543X. E-ISSN: 2178-7298

 

 

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

                         

Imagem relacionada

Apoio