A ORGANIZAÇÃO DAS MULHERES ASSENTADAS NO PONTAL DO PARANAPANEMA: O Caso da OMAQUESP

Renata Cristiane Valenciano

Resumo


A emergência da OMAQUESP (Organização de Mulheres Assentadas e Quilombolas do Estado deSão Paulo), como parte do movimento social envolvido na luta pela terra, nos desperta atenção, comênfase ao seu processo de formação e sua organização na região do Pontal do Paranapanema, bemcomo, os objetivos para os quais está voltada essa organização de mulheres trabalhadoras rurais.Nos propomos apreender os desdobramentos das atividades desenvolvidas pelas mulheres e a suaimportância para a construção de novas relações de gênero nos espaços de socialização, quaissejam, assentamentos que são atualmente, palco para o incremento de várias atividades praticadaspelas mulheres.

Palavras-chave


Quilombolas, mulheres trabalhadoras rurais, organização, relações de gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v3i1.803

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025