Desenho Societal dos Sem Terra no Brasil.

Antonio Thomaz Jr.

Resumo


Neste artigo, apresentamos um conjunto de preocupações que perpassam os desdobramentosque atingem diretamente o mundo do trabalho e que define um desenho societal dos trabalhadoresque estão envolvidos na luta pela terra no Brasil. Ainda que as pesquisas que se propõem definir operfil dos trabalhadores envolvidos nesse processo na viragem do século XXI estejam em estágioinicial, todavia podemos sugerir que o contingente de trabalhadores que se lançam a esseempreendimento não se restringem somente aos trabalhadores envolvidos com a terra, oscamponeses na grande maioria, mas também os assalariados desproletarizados rurais e os egressosdos centros urbanos, formam um universo complexo de trajetórias e conseqüentemente de ligações,tanto material quanto subjetiva ao mundo do trabalho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v2i1.773

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025