GEOGRAFIA DO TRABALHO POR INTEIRO

Antonio Thomaz Jr.

Resumo


A vigência do processo de reestruturação produtiva do capital impõe as mudanças nefastas que estão ocorrendo, no âmbito do trabalho, afinadas aos reordenamentos daí decorrentes, os quais, desde o final dos anos 1980, orientam novas linhas de expressão do conflito social, isto é, não se restringindo apenas ao formato clássico capital x trabalho, mas envolvendo outras formas de configuração da dominação de classe, de sorte a implicar novos olhares sobre as delimitações clássicas – profundamente revisadas, para pior, com a reforma trabalhista, já em vigor, após dezembro de 2017, no Brasil - do que é trabalhar no campo (assalariado, camponês) e do que é trabalhar na cidade (assalariados, por conta própria, intermitentes, informais), sob distintas relações sociais de produção e de trabalho. Nestes primeiros anos da segunda década do século XXI, nossas pesquisas retomam estudos anteriores, no âmbito da RCP, amparados no fato de que a barbárie que selou o processo interminável de reconciliação com a irreformabilidade do capital, com fins de eliminar a miséria e a pobreza que recai sobre a maioria da humanidade, no século XX e XXI, só fez retroalimentar os diferentes estágios de dominação de classe. Em Geografia do trabalho por inteiro, nossas atenções estão prioritariamente voltadas para abordar criticamente a continuidade da extração de trabalho excedente e os procedimentos que vinculam esse elemento estrutural a tantas outras formas de dominação, subordinação e controle do trabalho, para além dos preceitos salariais.


Texto completo:

PDF


A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025