O AGRONEGÓCIO DO COCO NO BRASIL E A TERRITORIALIZAÇÃO DO CAPITAL

Leandro Vieira Cavalcante

Resumo


O agronegócio do coco está em ampla expansão no Brasil especialmente desde a década de 1990, favorecendo a instalação e/ou expansão de grandes empresas agrícolas e agroindustriais. Com isso, nota-se um impulso no processo de territorialização do capital na produção brasileira de coco, representado pelo poderio dessas grandes empresas que agora regulam diversas etapas do circuito espacial produtivo desse fruto, trazendo inúmeros impactos socioambientais e territoriais. Nesse sentido, o objetivo principal deste artigo é elucidar um debate acerca da difusão do agronegócio do coco e da territorialização do capital nessa atividade, tomando como recorte empírico o Estado do Ceará, que abriga algumas das mais importantes empresas do país e é onde o grande capital vem agindo intensamente de modo a assegurar sua atuação no território.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v19i3.5843

A Pegada está indexada em:

LATINDEX - http://www.latindex.unam.mx/

Sumarios.org - http://sumarios.org/

Scientific Indexing Services (SIS) - http://sindexs.org/

GEODADOS - http://geodados.pg.utfpr.edu.br/

Capes Periódicos - http://www.periodicos.capes.gov.br/

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB) - https://www.redib.org/

Directory of Open Acess Journals (DOAJ) - http://doaj.org/

EBSCO - https://www.ebsco.com/

ISSN: 1676-3025